Tuesday, July 14, 2009

Tanta água para mergulhar


Dás-me tanto todos os dias
Sempre que leio as tuas palavras
Que chegando de mãos vazias
As levo cheias de abraços

Trago-te bem dentro de mim
Do lado esquerdo, no coração
Que é o lugar mais bonito
Para guardar um filho, um irmão

Rebento-me por dentro, no peito
Do sufoco, do pranto, do grito
Abro a janela e soltas-te em rio
De dentro de mim, até ao infinito.

... e tanta água para mergulhar...

28 comments:

Carminda Pinho said...

Tens razão, Maria. Do lado esquerdo do coração é onde se devem guardar os filhos, os irmãos...

Beijos, linda.

anamar said...

" e tanta água para mergulhar"...
Gostei muito!
Beijoca

Delfim Peixoto said...

Imenso... o coração!
Bjnhs

Lúcia said...

... e tanta ternura a escorrer com sabor a sal, Maria.
Beijinho grande

utopia das palavras said...

O coração é um mar
Tem alma de maré solta
Uma vida para navegar
Em tempestada revolta!

E muito amor, Maria!

Beijos

Teresa Durães said...

a imagem de abrir a janela e soltar-se em rio é lindíssima!

Maria P. said...

Já ditas,mas tão bonitas...
:)

Beijinho, minha Maria*

Filoxera said...

É muito teu, este poema.
Abraço forte.

Adriana said...

É lindo passar por aqui!

Cris Caetano said...

E é tão bom tê-los guardados... :)

Lindo, Maria.

Beijinhos

elvira carvalho said...

E um coração pode ser tão imenso quanto um oceano.
Um abraço e tudo de bom

Fernando Santos (Chana) said...

Olá Maria, belo coração...Espectacular....
Beijos

Fernando Samuel said...

Tanta água!...

Um beijo grande.

Agulheta said...

Tens razão amiga,é mesmo desse lado que guardo os meus amores,neste oceano de emoções constantes.
Beijinho de amizade

bettips said...

Tanto mar
que enche a poesia de rios teus!
Bj

pico minha ilha said...

Já ditas mas sempre boas de ouvir.Do lado esquerdo tudo podemos guardar, assim como a imensidão do mar....Um beijo Maria
Por aqui nada de entrar no mar ainda, ora chove ora faz sol.

Ana said...

Mergulhar no infinito que só o mar contém. Fascínio que as palavras traduzem.
Um beijo, Maria.

Papoila said...

Uma verdadeira poetisa Maria
Adorei navegar nesta tua água, clara... límpida... pura.

Um beijo Amiga
BF

Leticia Gabian said...

Lindo. Como tudo que sai de dentro do teu coração.

Beijão, AICeT

A.S. said...

Querida Maria...

Nunca haverá em ti excesso de infinito!!!


Beijos meus...

jim-viajantedotempo said...

Mar, agua de vida,
Os rios; são lágrimas que correm pela face da terra.
O infinito, está para além do que o pensamento alcança.
Talvez por isso, esse sentimento é tão intimo.

PreDatado said...

tanta água para mergulhar e tão bonito o poema.

Apenas eu said...

mergulhei assim no teu poema, sem esforço, apenas porque dá vontade beber cada letra tua, mesmo que salgada.
é muita água sim...
não sei de que lado guardo quem amo, mas sei que estão todos dentro de mim, no meu coração.
Quanto ao teu coração, é limpo, e isso é o suficiente para amar assim...

beijos e um abraço muito especial.

mdsol said...

e tanta água para mergulhar... O amor é assim, quanto mais se gosta mais se pode gostar...
Bonito Maria

:)))

Maria said...

Muito obrigada a todos que passaram por aqui.

Beijos

Ana said...

No coração se guardam os amores e as desilusões...

Beijinho

Eu said...

"num passo" alcançamos a ilha, e certos dias ainda parece tão perto!

heretico said...

muito bonito. esse teu lado esquerdo...

gostei muito.

beijo