Friday, December 11, 2009

Porque me apetece Adriano!



AS MÃOS

Com mãos se faz a paz se faz a guerra.
Com mãos tudo se faz e se desfaz.
Com mãos se faz o poema - e são de terra.
Com mãos se faz a guerra - e são a paz.

Com mãos se rasga o mar. Com mãos se lavra.
Não são de pedras estas casas, mas
de mãos. E estão no fruto e na palavra
as mãos que são o canto e são as armas.

E cravam-se no tempo como farpas
as mãos que vês nas coisas transformadas.
Folhas que vão no vento: verdes harpas.

De mãos é cada flor, cada cidade.
Ninguém pode vencer estas espadas:
nas tuas mãos começa a liberdade.

22 comments:

A.S. said...

Maria... tive o previlégio de conviver com Adriano!
Ele continua através do seu exemplo e das suas canções...


Beijos
AL

salvoconduto said...

Regressas e bem acompanhada, como sempre.

Abreijos.

ausenda said...

Hoje também me apetece especialmente Adriano...porque será???? Nem sei responder!!!

Um beijo

Cris Caetano said...

Lindo! :)

Beijinhos

paula barros said...

As mãos..e seus simbolismos.

Muito lindo.

abraços

josé manangão said...

Pousei e fiquei a boiar
no teu mar
Ao som da voz do Adriano
Recordei Abril.
Obrigado Maria!
Beijos

Filoxera said...

As mãos são algo de muito especial...
Beijos.

Baila sem peso said...

não te sei dizer o porquê
também não adianta o dizer
só sei que as mãos são um quê
de sentido que faz crescer...
num gesto, num acontecer
elas falam, sem nada dizer!

Adriano Correia de Oliveira
em beleza, em seu enaltecer!

Beijo Maria e um bom fim de semana
com muitas mãos de carinho em chama!

Agulheta said...

Maria.
Tantos simbolismo que nos presenteiam as mãos,e relembrar Adiano,é realmente uma mais valia nos tempos que correm.
Beijinho bfs
Lisa

Carminda Pinho said...

"...nas tuas mãos começa a liberdade".
Gosto especialmente desta frase do poema.
A voz de Adriano continua a encantar-me, e tu Maria, fizeste uma grande escolha.

Beijos

mdsol said...

E que bem que te apetece, linda Maria. Eu gosto muito, muito do Adriano.

:))))

Fernando Samuel said...

E por que é que te apetece sempre uma boa companhia?...

Um beijo grande.

samuel said...

Apetecimento bom!

Abreijo.

Luis Eme said...

com as mãos e os braços te deixo um abraço fraterno, Maria.

Manuela Freitas said...

Maria,
Adriano apetece sempre, como outras vozes que fizeram a nossa história, um espaço de tempo muito emotivo e que nunca poderei esquecer. Assim como os poetas, neste caso Manuel Alegre, possivelmente não o de hoje ou talvez sim, depende...
Beijinhos,
Manuela

Ana said...

Cada poema e cada voz que te apetece,falam da tua luta pela liberdade.

Bom fim de semana, Maria.
Um beijo.

Pata Negra said...

Também de Ary somos feitos e em Ary nos tornaremos. Enquanto formos de Ary, assim seremos.
Um abraço por interposta afinidade

SILÊNCIO CULPADO said...

Olá Maria

Silenciosamente como deixaste a tua mensagem assim eu levo esta voz e estas soberbas palavras para depositar na memória do meu familiar que partiu.
Foi um grande lutador por estas causas.Um homem de convicções fortes até ao fim.
Há pessoas que nos fazem acreditar.
Um abraço, Maria.

Maria said...

Muito obrigada a todos que passaram aqui.
O Adriano faz-nos falta, com a sua voz cristalina e cheia de ternura. Como ele.

Boa semana a todos.
Beijos

Susaninha said...

LINDO....
SUUUUUUUUrrisinhos:)

O Sibarita said...

Com certeza os versos dizem tudo, cxom as mãos fazemos tudo e mais ainda, né não? kkkkkkkkkkkk

Beleza!

bjs
O Sibarita

O Sibarita said...

Pois é Dona moça, com as mãos como diz a bela letra fazemos tudo e mais além, repare... kkkkkkkkkk


Beleza!

bjs
O Sibarita