Thursday, June 03, 2010

Momento...


Foi naquele momento em que nada mais contou
a não ser o amor, que tu
pacientemente
me quiseste, momento em que eu, qual menina,
com o receio dos quinze anos e a vergonha não sei de quê
te quis,
amor já desejado mas não vivido
momento belo, e profundo, e bonito,
o momento em que
nos demos
calmamente
avidamente
um ao outro
como que para recuperar um tempo perdido
que havemos de voltar a ter,
foi naquele momento em que nos amámos pela primeira vez,
esse foi o momento
que tanto ansiávamos...

E Beijo-te!

23 comments:

Manuel said...

Gostei desta leitura e recomendo-lhe:


"DE AMOR ARDEM OS BOSQUES"
- novo livro de Maria Azenha -
*
"A harmonia foi a minha mãe na canção das árvores e foi entre as flores que aprendi a amar."
Friedrich Hölderlin

*
Tiragem de 250 exemplares, dos quais 50 numerados e assinados pela autora.

RESERVA pelo email: maria.azenha@gmail.com

(não chegará às livrarias)


ÚLTIMOS EXEMPLARES.

Edição limitada.

Fernando Samuel said...

É o tal momento primeiro e maior...

Um beijo grande.

Carlos Albuquerque said...

Lindo!
Prosa poética que acaba num voo - E Beijo-te!
Este teu bater de asas levou-me aos meus quinze anos, que aconteceram aos onze...
Ah, como andei num rodopio com aquele primeiro beijo..., até o perder!
Bom fim-de-semana.

Lilá(s) said...

Há momentos assim que nunca se esquecem.
Bjs

Paúl dos Patudos said...

Muito lindo Maria , adorei.
Dia 5 vamos ter aqui festa em Alpiarça e o Samuel vai cá estar a cantar . A festa começa às 12.30 e vai pelo dia fora terminando com a presença de Jerónimo de Sousa .
bjos
Ana Paula

anamar said...

primeiro amor, enquanto não vem o segundo e o terceiro....
mas fica sempre em registo....))
Abracinho
:))

Leticia Gabian said...

E voltarão a ter... Eu acredito!

É um momento único, quando estamos aqui a te ler.

Beijo imenso no coração, AICeT

João Paulo Proença said...

Maria:

Que inspiração!

chego a ter inveja... ;-)

beijo

João

O Puma said...

Bjs tantos

G... said...

Aqui, ao ler-te, tenho subitamente 15 anos.
E arrepio-me na antevisão desse beijo primeiro!

Voa, Maria, voa!
Num beijo!

Baila sem peso said...

A primeira vez de uma timidez
que salta e pula e acontece
e deseja outra, e outra vez...
bonita a tua forma simples e bela
de te lembrares assim dela!

Bom fim-de-semana
Beijos

A.S. said...

Querida Maria...

Há momentos que deveriam ser eternos!

Beijosss
AL

Maria P. said...

Que momento...

:)Beijinho, minha Maria*

Silenciosamente ouvindo... said...

Peço desculpa do tempo que estou
a roubar, e estou a usar o comentário porque não tenho outro
meio de contatar consigo.A Manuela ou Manú do blogue http://vivercom
light.blogspot.com dirigiu um texto
aos seus seguidores e a pessoa de
quem fala sou eu.
Quero esclarecer o seguinte:
Eu fui sua amiga MUITO ÍNTIMA(mas
disso não quero falar)cerca de 40
anos, e dei-lhe muito mais que
amizade, dei-lhe de tudo um pouco,
e durante esse tempo eu era uma
pessoa aceitável e de quem ela dizia mtº- bem. Até que um dia
deixou de lhe interessar a minha
amizade e me descartou como
casca de banana...tudo bem,mas
não tem o direito de achar que a
NET é só dela, e que eu não tenho
direito a ter seguidores que são
seguidores dela(chama a isso
perseguição) e quando fala que eu
até lhe quero censurar o que
escreve, é mentira.Nunca o fiz.
Mas quando insere um texto sobre
uma viagem a Paris como se tivesse
ido sozinha com o marido, quando
fomos 2 casais(ela e o marido e eu
e o meu marido)no mesmo carro,
andámos sempre juntos,dormimos
na mesma tenda,etc. e ela nos excluí,obviamente que fiquei
aborrecida.Não ficaria? Ela não
pode abolir o seu passado, e no
seu passado eu estive 40 anos.
A primeira viagem que fez de avião
foi comigo e meu marido à Irlanda
(nós pagámos tudo) depois foi
connosco à Madeira(nós pagámos tudo)
e fez férias connnosco em diversos
sítios do país(nós pagávamos tudo)
e agora quer fazer como se esse
passado não tivesse existido?
O passado não se apaga.
Obviamente que eu não quero que
fique por mim,a Manuela tem muitas
qualidades, é culta, é inteligente,
mas tem um defeito: é MIL POR
CENTO PROGRAMÁTICA.
Irene

GR said...

Lindo!
Será sempre lembrado.

BJS,

GR

Duarte said...

Assim é como realmente se descreve o amor. Um amor intenso, entre a novidade e a ânsia de conhecê-lo, torna o momento em algo inolvidável.

Gostei, foi como um voltar atrás... como se isso fosse possível!

Um grande abraço

Justine said...

O momento glorioso que nunca, nunca se esquece!
Abracinhos

Rui Fernandes said...

E depois há a segunda vez, que pode ainda ser melhor!

Filoxera said...

Tão bonito qu, respeitosamente, calo-me.
Sorrio, apenas.
Um beijo.

Cris Caetano said...

Há momentos que são especiais.

Beijinhos, Maria e bom fim de semana.

Maria said...

Muito obrigada por terem passado aqui.

Bom fim-de-semana e beijos a todos.

Ana said...

Momentos que as palavras eternizam !
Um beijo grande, Maria !

Menina Marota said...

O Primeiro Amor... que nunca se esquece!

Lindo este momento... revi-me nele!

Bjo e bom Domingo