Wednesday, October 12, 2011

Outro arco íris


Gostava de andar descalça. De sentir o fresco do chão e a humidade da terra. Por isso enterrava os pés quando passeava pela praia ou quando plantava flores. E gostava de andar à chuva, deixando que esta escorresse cara abaixo até os pingos entrarem na roupa e lhe molharem o corpo. Sentia-se assim parte integrante da Natureza.
No dia aprazado foi ao encontro que tinha marcado com o amado. Na ponte que atravessa o rio. Nessa ponte que os separa mas que também os une. Estiveram juntos todo o dia, fizeram o que ainda estava por fazer. Marcaram novo encontro para daqui a três meses, na mudança de estação. Voltou para casa. Começara a chuviscar e ainda teve tempo de ver o arco íris. Depois adormeceu. Em paz.

17 comments:

anamar said...

Belo, belo, Maria.
Como andas???

Beijoca

viajantes said...

Que bom!Sabe a terra com a frescura de rio.
um beijinho

Roberto Machado Alves said...

Que coisa linda! Aliás, que coisas lindas; o poema e a foto.
Gostei muito.

Luis Eme said...

é o sonho de todos nós, adormecermos assim, em paz.

beijinho Maria

Duarte said...

... eu também, e nu quando é possível.
Fui da Quinta da Conceição; Leça da Palmeira, até casa, em São Gens, Custoias, debaixo da chuva... a cachopa já tinha ficado em casa e bem amada; quando cheguei a casa os pés nos sapatos faziam chope... chope... mas tão feliz! A minha mãe olhou para mi e nada disse... mais tarde reagiu e proferiu a medo - estás bem da cabeça?

Beijinhos

trepadeira said...

O amor está na natureza,é preciso amá-la,e entendê-la,para poder dar-se plenamente.

Um abraço,
mário

Rosa dos Ventos said...

Que belo texto!

Abraço

Magia da Inês said...

Amiga,
Amei os seus textos e os poemas que encontrei aqui.
Amei o seu blog.

FELIZ DIA DAS CRIANÇAS!!!

Beijinhos.
Brasil.

♥ •˚。
°° 。♥。
●/ ♥•˚。˚

... said...

lindo e doce.
uma historia feliz?
um final feliz?
é bom sonhar embalada nas tuas palavras.

um beijo grande

Memória de Elefante said...

Em desenhos de luz estendes teu coração
ouvido inquieto
em busca de algum som definitivo que abra em claridade o céu do olhar.

um beijo

mfc said...

Tão bonito!
Mas tão bonito mesmo!

OUTONO said...

...como já comentei, gostava de ser ponte, para testemunhar essa felicidade!

Maria said...

Muito obrigada a todos que passaram por aqui.

Beijos.

margusta said...

Tão LINDO Maria!!!...

Beijinhos!....

Paula Barros said...

Para ser lido com bem calma, acompanhando os passos, imaginando, sentindo.

Linda imagem a que se transforma o seu escrito. E linda imagem a da foto.

beijo

Filoxera said...

Já li, reli, treli.
Para quê dizer por mais palavras?
Gostei muito.
Beijos.

Luna said...

andar descalça faz com que nos sintamos um pouco raízes. desta terra que amamos.
belo esse amor que te adormece em paz.
há tanto tempo que não te visitava. e saio sempre...emocionada.
beijo