Monday, January 16, 2012

Faço-me ao mar


Faço-me ao mar em dias de acalmia porque os dias de tempestade são para ficar a olhar-te, mar. Como és belo! Que força tens aí dentro que te faz lançar rugidos que afastam os pescadores da faina. Faço-me ao mar sempre que me deixas porque o meu respeito por ti é enorme, mar. Como és belo! Que sofrimento tens no teu ventre para berrares assim na hora do parto em que a onda se desfaz. Faço-me ao mar enfim todos os dias. Às vezes fico-me pela areia onde enterro os pés e me sorves. Outras atrevo-me a enfrentar-te porque preciso de te respirar. Dentro de ti. Beber-te. Lamber-te. Amar-te. A ti, sim. Como se fosses o meu mar...
Por isso me faço ao mar, em ti.

13 comments:

Vítor Fernandes said...

Tão lindo e tão temeroso, o mar. Tão bonito o que lhe escreveste. Acho que ele gostou.

Lídia Borges said...

O mar das viagens insondáveis... Dentro de nós.


Um beijo

Luis Eme said...

Lindo!

beijinho Maria

Paula Barros said...

Amar e mar...sempre um conjunto perfeito. Em metáforas ou não, amar,mar, sempre.

beijo

salvoconduto said...

Não é por nada mas eu prefiro ficar em terra, a água também está gelada e apesar de tudo está demadiado calmo para o meu gosto...

Abreijos.

Filoxera said...

Lindos, estes vossos "entre nós"...
:-)
Beijos, boa semana.

trepadeira said...

Quero fazer-me ao mar,mesmo em dias de tempestade.

Um abraço,
mário

Fernando Samuel said...

O mar é - pode ser... - tudo...

Um beijo grande.

Justine said...

O nosso mar interior não nos dá tréguas: bravo ou manso, temos de nos fazer a ele...

mfc said...

Sabes?! E não vais levar a mal por to dizer... gosto de uma mulher comotu... brava... meiga... voluntariosa!

Toma muiiiitos beijinhos.

heretico said...

façamo-nos ao mar - "antes que sequem os rios..."

belo texto, amiga

mariam said...

Que lindo!

estou a sorrir... pois alguns dos meus amigos parecem estar na mesma onda mar de poesia!

beijinhos :)
mariam

Maria said...

Obrigada por terem passado por aqui.
Beijos a todos.