Tuesday, January 24, 2012

Faina

(foto de António Rodrigues)

Acolho-te no meu colo, barco
vens cansado da faina e tens frio
lança a âncora aqui ao largo
e descansa teu corpo vazio
A gaivota que te acompanha, grita
quer comida para dar aos filhos
volteia e revolteia, só e aflita
sem saber se os cabazes estão vazios
Descansa com a noite, barco
que o sol já se pôs em fogo ardente
amanhã terás de te fazer ao mar
porque é assim a vida da nossa gente.


14 comments:

elvira carvalho said...

Lindo demais Maria.
Um abraço

salvoconduto said...

Lindos, o texto e a foto. Mas olha que há quem tenha uma vida pior, lembra-te do "sem-abrigo de Belém"...

Abreijo.

Era uma vez um Girassol said...

Vida difícil, com o perigo à espreita...
Belos, o poema e a imagem.
Beijinho da flor

trepadeira said...

Mesmo que os cabazes venham vazios amanhã têm de se fazer ao mar.

Um abraço,
mário

Rosa dos Ventos said...

Vida de pescador, vida de dor!

Abraço

Fernando Samuel said...

Só para não esquecermos: os barcos de pesca que ainda temos; os poucos que restaram da ofensiva destruidora da nossa frota, ordenada pelo então primeiro-ministro Cavaco...

Um beijo grande.

OUTONO said...

...ficamos presos na foto...e envoltos na palavra que nos toca...
Beijo.

Teresa Durães said...

gostei bastante!

Paula Barros said...

Um colo para acolher, do dia, da luta. Descansar, para retornar a luta.
Linda a imagem.

Lembrei do nosso passeio quando paramos e fiquei fotografando, o mar, as gaivotas, o sol se pondo. Mais uma vez obrigada pelos belos momentos.

beijo

BlueShell said...

Que o amanhã espera ...sempre!

Te agradeço tu visita: mesmo sem palavras senti o teu apoio: não o esquecerei. Muito obrigada minha jóia. Te admiro!
Bj

Agulheta said...

Querida amiga.Gostei das palavras ao homem do mar e sua faina.O seu corpo será sempre um vazio,sem saber o que o mesmo lhe reserva,e sua busca nos sonhos e no pão,gostei minha amiga.
Um beijinho

Justine said...

Há tantas vidas duras! E o teu poema di-lo, com ternura!

mfc said...

Gostei desta ternura lida num começo de noite...!

Maria said...

Muito obrigada por terem passado aqui.

Beijos a todos.