Friday, January 19, 2007

Amesterdão




Tenho o teu cheiro
entranhado em mim
Tenho o teu corpo
dentro do meu
tenho duas mãos
para te acariciar
corpo inteiro
ao pôr do sol
na praia
ou em qualquer
outro sítio
O lugar não importa
o importante
é este amor
que me explode
em maré viva
e jorra sobre os corpos
quando ainda é tão cedo
e já tão tarde
para o amor

19 comments:

Maria said...

Pois é, tinha que haver uma primeira vez, e peço desde já desculpa.
Espero resolver o problema das fotografias até segunda feira.
De qualquer modo e para quem conhece Amsterdam, foram tiradas na zona do Red Light District...

poetaeusou said...

Sempre o amor.
Amor, fisico.
Em unicorpo.
Ao sol, ao luar.
Em unissono, num hino.
Qual serenata á chuva.
Amor sempre.
Ama aqui e agora.
Já e para todo.
O sempre.
inté

Paula Raposo said...

Nunca é tarde para o amor. Bom weekend. Beijos.

Kalinka said...

Nada assumo,
Somente a minha humanidade.
Livre para voar nas asas da criatividade ...
Este é o rumo!
VIAJAR...VIAJAR...SONHAR

E tu também viajaste até Amsterdão.
Conheço sim essa bela cidade.
Bom fim de semana.
Beijos.

Cadinho RoCo said...

"Quando ainda é tão cedo/ E já tão tarde/ Para o amor."
Este tempo que bate qual ondas pelos grãos do meu corpo areia, traz e leva de mim o mar que nunca serei.
http://cadinhoroco.blogspot.com/

greentea said...

nunca é tarde para o AMOR.
Nunca é tarde para sentir o cheiro do mar , a MARE VIVA

Um beijo e bom fim de semana

greentea said...

esqueci-me... tbnunca é tarde para ir (re)visitar Amsterdam, com solou com chuva, com frio sobre os canais - uma delicia em qualquer época do ano

farinho said...

Os carinhos e os afectos sõ uma parte importante da relação de amor, faz-nos sentir queridos e amados, regam o amor e faz com que ele cresça. Quanto ao ser tarde para o amor, eu penso que nunca é tarde para amar.

Beijocas

=^.^= Tarina =^.^= said...

Eu acho que nuca é tarde para o amor!
Mas ainda assim... adorei a tua poesia...
Linda, fresca como o mar... que tanto adoro...

Parabéns pelo teu blog!

Pirate said...

Uff !! Isso é que é intensidade poética...um doce fluir, como o Mar.
Quando puderes, passa cá por "casa"... :-)

Moura said...

Amor intenso como intensas são as palavras utilizadas para descrever tamanha intensidade...
Bjo

Pedro Branco said...

Podia dizer-se tudo. Falar do tempo e falar do amor. É por estes dois pilares que se vai alicerçando e destruindo a vida das pessoas... Podia-dizer-se tudo. PodiAS dizer tudo. Mas ficas-te pelas simples palavras de tudo dizer. Porque mais não existe...

Um beijo.

Maria said...

poetaeusou

paula raposo

kalinka

Muito obrigada pelas palavras.
Bom domingo para vocês e um beijo

Maria said...

cadinho roco

greentea

farinho

É sempre cedo para amar, ou então é o tempo certo...

Beijo e bom domingo

Maria said...

tarina

Penso que é a primeira vez que te vejo aqui - deduzo que vieste pela mão do poetaeusou...
Mais logo irei ao teu blog, agora é tarde e vou descansar um pouco...

Maria said...

pirate

Já lá fui e mergulhei contigo nas profundezas do mar...

Maria said...

moura

Muito obrigada e tem um bom domingo

Maria said...

pedro branco

Existirá mais?
Um beijo

Leticia Gabian said...

Maria,
Enquanto sentires o cheiro do desejo entranhado em ti, o corpo do amado dentro do teu......certamente ainda será tempo para amar.

Grande beijo