Monday, January 01, 2007

Silencio de vidro........


Há quem creia em Deus e o veja em toda a parte.
Eu acredito em ti
E vejo-te em tudo o que na vida me dá profundo gosto de viver,
Tudo o que me sorri
E também em tudo o que me faz sofrer.
Vejo-te na recordação da minha infância
- Menino que sonhava estrelas iguais às minhas –
E no despontar das manhãs claras,
Quando o mundo era cheio de mistérios
E cada coisa uma interrogação.
Crescemos juntos sem nos conhecermos,
Mas quando nos cruzámos por acaso
Eu soube que eras tu.

(Maria Eugénia Cunhal)

21 comments:

Maria said...

Para todos os visitantes deste blog, votos de um Novo Ano de 2007 com Paz, Saúde, e Amor.

Só com compreensão e solidariedade conseguiremos mudar mentalidades e transformarmos o Mundo, fazendo nascer o Homem Novo.

Para uma amiga especial, que me ofereceu esta foto deste mar que partilho convosco, o meu muito obrigada.

Abraços apertadinhos!

Ana said...

Feliz Ano Novo, Maria.

A COR DO MAR said...

Obrigada Maria, para ti tambem um ano de 2007 muito Feliz e vamos simplesmente "crer", como este poema pequenino e lindinho.
Beijinho*

Cadinho RoCo said...

Agora sim consegui abrir esta caixa de mensagem.
Deus é o próprio acreditar.
Amor pecador? Sei de onde tirou isto minha cara Maria. Acredito ser ele o amor velado, reprimido, guardado e por isso pecador, por não alcançar o sagrado de sua existência que está em seu libertar.
O Dó passou pela Bahia mas segue farejando o Cheiro da Ilha. Diz ser peixe do amor. Pecador é palavra que pra ele, com mais uma consoante torna-se muito perigosa.
http://cadinhoroco.blogspot.com/

Moura said...

Texto simples e facilitador para um 2007 melhor. É só preciso ACREDITAR.
Um BOM ano para ti.
Bjos

magnolia said...

Obrigada pelos votos de Bom Ano. Vamos fazer com que este ano seja diferente, vamos mostrar que temos força e que queremos lutar e mudar o mundo. Só nós podemos fazê-lo!
Um abraço também para ti.

poetaeusou said...

METAMORFOSE ( 3 )
Que feliz, és.
Maria.
Em acolheres, em ti.
A Eugénia.
Sentimental, assimilação.
Misteriosa, interrogação.
Eu procuro.
Não encontro.
Procuro não sei o quê.
Maria.
Não sei.
Se a conheci.
Se a conheço.
Se com ela me cruzei.
Não sei. Não sei.
poetaeusou(nãosabeendo)

Luis Eme said...

Bonito poema...

samaria said...

o poema é bonito, mas a foto é linda. aliás, o mar é mágico, com suas ondas desniveladas que se cruzam num caos bem organizado.
obrigada.
era mesmo assim que eu queria começar o ano, a ver o mar, que de outra forma não me foi possível.
bjs e bom ano

cah said...

Olá..passei por qui e me apaixonei pelos os poemas que vc coloca.
Esse aí falou muito comigo.

" E vejo-te em tudo o que na vida me dá profundo gosto de viver,
Tudo o que me sorri
E também em tudo o que me faz sofrer."

ë o que mais acredito!


Feliz 2007 pra vc!

Cah

Maria said...

cadinho roco

Acredito que o amor vivido e libertado não é amor pecador.
Todo o amor é sagrado!

Diz ao Dó que tenha muito cuidado, pois se ele encontra essa consoante pelo caminho fica complicado.

Já tenho aqui ao lado um aquário para ele descansar antes da viagem de regresso.

Maria said...

samaria

Esta foto foi tirada na Costa da Caparica, que tão bem conheces.

Ainda bem que acordaste com um mar nos olhos…

Beijos

david santos said...

É verdade, Maria, é verdade!
Se amamos na realidade, é o real devemos ver. Nunca o alienatório, mas... paciência.
Adoro o teu trabalho.
Até sempre.

Maria P. said...

Obrigada Maria. Belíssima foto!

Sérgio Godinho, sempre, mas sempre!

Beijinho:)

Pedro Branco said...

"Só saberei se menti quando olhar para ti...", disse-me ela um dia.
"Só percebi que te conhecia quando senti saudades. Quando o mar te fotografou. Quando o cinzento te coloriu. Quando a cada palavra silenciosa crescia um céu de afecto. Quando cheguei e percebi que me esperavas...", disse-lhe eu, a medo.

Maria said...

david santos

Muito obrigada pelas tuas palavras.
Um abraço

Maria said...

pedro branco

Que bonito... Vou a correr ver o post...
Se não estiver hoje espero que esteja amanhã...

"Hoje só tenho pena de não te ter amado mais..."

Leticia Gabian said...

Maria,
Vai ao Cadinho RoCo. Tem lá notícias do Dó.

Beijão

bettips said...

Por tudo o que dizes, por tudo o que pensas, pelo que me transparece na tua voz: Felicidade para o teu Ano. Bjinho

João Aguiar said...

Este poema da irmã do Álvaro é lindíssimo sendo ao mesmo tempo uma reflexão muito profunda sobre a alegria de viver e acerca do sentido da vida.

A foto está ao nível ;-)

Maria said...

joão aguiar

Muito obrigada, um abraço