Wednesday, January 24, 2007

Volemdam



Oiço a tua voz e um
frio doce percorre-me o corpo
é assim que te sinto
é assim que te beijo
e assim te desejo sem o saber
Porque este amor moço e já tão maduro
tão jovem e já tão calmo
tão lindo e já tão certo
dentro de nós vai acontecer
outro dia no mesmo sítio
frente ao mar onde
pela primeira vez
nos beijámos

30 comments:

TMara said...

em textos intimistas digo nada. Já me sinto intrusa.
Bj
Luz e paz em teu camninhar e ao teu redor

samaria said...

volemdam.Ummmm... Barcos, garças e cheiro a peixe!
Bonita, mas prefiro as Atlânticas, como Ericeira, Sesimbra, Nazaré, Lagos...
Saudades, isso sim, das vilas piscatórias também, mas mais de ti.

Luís said...

Muito especial um amor assim descrito:

"amor moço e já tão maduro
tão jovem e já tão calmo
tão lindo e já tão certo"

Parabéns: o texto está lindíssimo (e as fotografias não o desmerecem).

Abraço

Luis Eme said...

Tens de pensar em juntar todos estes tratados de paixão e escrever um livro de poesia, ao teu amor...

Estou a falar a sério!

Maria said...

tmara

Quem vem aqui nunca será intruso...
Muito obrigada

Maria said...

samaria

Também temos vilas piscatórias muito bonitas. Oxalá não permitam a sua descaracterização para além do que já está.
Para além de Volemdam, que adorei, o importante eras tu... e não me fales em saudades...
Beijos

Maria said...

luís

É um amor especial, sim, como especiais serão outros sentimentos e outras pessoas....
Um beijo

Maria said...

luís eme

Sacaste-me um sorriso com o teu comentário. Já estou a juntá-los e a publicá-los, aqui mesmo...

Um abraço

A COR DO MAR said...

Ai agora deu-me umas saudades ....
.... beijinho*

António Melenas said...

Pois, beijar junto ao mar é óptimo
ou à beira de um rio, ou no alto de uma montanha, ou num banco de jardim ou na fila à espera do autocarro... desde que seja um beijo de amor. è sempre belo.
Como o teu poema.
beijinho

maria said...

Querida Maria,

O amor e o mar. Dois temas indissociáveis na tua escrita. E que bem convivem!!!

Beijos.

Maria said...

a cor do mar

Saudades do futuro?
Huuuuummm, ok, tá bem.
Noite serena e beijoca

Maria said...

antónio melenas

É, não importa o sítio, desde que seja um beijo de amor...
... que é sempre apreciado e vivido, não importa a idade....
Beijo

Maria said...

maria

Nem sequer consigo dissociar o amor do mar o mar do amor...

A calma e tranquilidade que me trás o mar é a mesma que me trás o amor...
Eu sei que tu entendes
Beijo

elsa nyny said...

Olá!!!

Passei por cá e adorei!
Parabéns, escreves muito bem!!!

Beijinhos!!

:))

poetaeusou said...

Ai amor.
Toma lá.
Carapaus secos.
Que venho.
Agora do S.Brás.
Apanhei, uma.
Carraspana.
Esqueci-me.
lá doo meu rapaz.
Maria, acabou-se a inspiração.
Inté

Maria said...

elsa nyny

Mt obrigada pelas tuas palavras
beijo

Maria said...

poetaeusou

Prefiro carapaus enjoados (!)
S. Brás a 24 de Janeiro?
Ai poeta, não vás ao médico não....
Inté

Cadinho RoCo said...

Beijo salgado pela lembrança do mar.
http://cadinhoroco.blogspot.com/

A COR DO MAR said...

Oi Maria mais umas lindas palavras, com uma holanda a mostrar a beleza das suas aguas.
Ja é bué tarde ... ai amanha :p
Beijinhos*

Maria said...

cadinho roco

o mar está sempre no meu pensamento.
o mar é... vida!

Maria said...

a cor do mar

ai amahã, ai amanhã... vais trabaalhar com uma pestana caída...
... e eu vou até aí...
Beijoca de boa noite

Era uma vez um Girassol said...

Maria, tenho de voltar para ler estes poemas...Holanda e o amor...
Que lindo! Belas fotos, para recordar alguns lugares por que passei.
Beijokas

Paula Raposo said...

Gostei imenso das fotografias!! O poema condiz. É bom beijar.

greentea said...

vai acontecer sim ! Na Holanda .

beijinhos

Maria said...

era uma vez um girassol

Já adaptada ao fuso horário daqui?
Beijo

Maria said...

paula raposo

Obrigada e beijo para ti

Maria said...

greentea

Na Holanda? Será?
Vai acontecer, sim!
Beijo

rui said...

Olá Maria

Lindo poema!

Adoro estas fotos.
Esse tipo de arquitectura é interessante, e esses tons...lindos!

Beijinhos

gaivota said...

Volemdam é bem lindo, a primeira vez que lá estive foi há 34 anos, tou velhaaaaaaaaaaaaaaaaaa. Mantém-se igual com cenas turísticas mais generosas talvez. Voltei lá em Abril passado, mas com muito melhores companhias, quando há amor, as mesmas companhias tenho-as aqui no imaginário nas nossas vilas picatórias, que ainda continuam belas.
As fotos são mesmo as essenciais
1 beijo