Wednesday, January 03, 2007

Apetecia-me


Apetecia-me
abrir o peito
e meter-te cá dentro
corpo inteiro
Apetecia-me
molhar os pés
como quando crianças
na nossa praia
Apetecia-me
fechar o coração
donde tu nunca
devias ter saído.
Apetecia-me isto tudo!
Apeteces-me...

52 comments:

Aesis said...

Gostas mesmo desse recanto luso... nota-se.
É lindo apreciar-te, dedicando palavras serenas e intensas de vontade. Muito sensível.
Gostei do teu blog, por isso em boa altura aqui passei.
Até breve.

poetaeusou said...

METAMORFOSE (14)
Apetecia - me.
Que fosse eu o apetecido.
Apetecia - me.
Que os nossos corpos fossem unos.
Apetecia - me
Sermos as ondas, das marés.
Apetecia - me.
Não me apetecer.
Era a concretização.
Do acontecer.
poetaeusou(adaptador)

said...

Sabor amargo envolto em conchas de nostalgia?

foreveryoung said...

Muito bonito o poema e/ou dedicação!
Também gostei da foto!
Bjs

Conceição Bernardino said...

Olá
Nasceu um novo sorriso em 2007, pois podemos estar longe mas o mundo torna-se pequeno quando te sinto por perto.
Obrigada
Beijinhos
Conceição Bernardino

Maria P. said...

Está lindo...


Hoje precisava da tua ilha, fugi de Casa...

Ana said...

Quando nos apetece assim, é porque o coração ainda está ocupado. Forma bonita de o dizer são as tuas palavras.
Um beijo.

acordomar said...

Apetecia-me uns ias de férias, que fosse verão, para andar descalça nas arribas e areias dos mares...
Que saudades do verão, e duma bela companhia ...
Enfim... olha n faças caso que isto hoje nao esta mto "asseado" LOL (onde e que eu ja ouvi isto)
Beijocas Maria*

greentea said...

e os Farilhões ali tão perto para se ir dar uma curva ou um mergulho...

beijos

maria said...

"Apetecia-me...
Apeteces-me..."

Muito sentimento em cada palavra que escreves... turbilhão de emoções no "todo" que é este post.

Parabéns, Maria.

Um novo ano feliz, com inspiração continuada e tudo de bom para ti!

Beijo.

victor simoes said...

Maria, bonito poema! Cheio de sentimento, gostei do teu blogue, cá voltarei.

Um beijinho

amigona said...

E a mim apetece-me ler o que escreves! Beijo, amiga...

al cardoso said...

Tambem a mim me apetecia, mas a agua esta muito fria, tenho que esperar tempos mais amenos!!!

Lindo poema!

Luis Eme said...

Quanto amor espalhas na tua Ilha, Maria...
Apetece-me perguntar:
- E ele, consegue ficar indiferente?

Maria said...

a gerência

Gosto mesmo, sim.
Volta sempre

Maria said...

poetaeusou

Toma cuidado, poeta
Eu não sou de brincar… só com as palavras…

Maria said...



Talvez e tão só um estado de espírito momentâneo…

Maria said...

foreveryoung

Nesta foto podes ver as Estelas (duas ilhotas) do lado esquerdo e os Farilhões (também ilhotas) do lado direito…

Beijo

Maria said...

conceição bernardino

Obrigada por teres aparecido.
Beijo

Maria said...

maria p.

Espero que voltes depressa… a Casa.
Podes ir à Ilha sempre que quiseres…

Um beijo

Maria said...

ana

É isso mesmo. Obrigada pelas tuas palavras!
Um beijo

Maria said...

acordomar

Já percebi que é como se tivesse sido segunda feira, dia de trabalho… (LOL)
Beijocas

Maria said...

greentea

Já tenho saudades…
Um mergulho no cais até à Inês e uma curva ao Farilhão…
Já faltou mais para ir…

Beijos

Maria said...

maria

Muito obrigada pelas tuas palavras.
Um bom ano também para ti.
Beijo

Maria said...

victor simoes

Volta sempre que quiseres…

Maria said...

amigona

Que bom que gostaste.
Um beijo e fica bem

Maria said...

al cardoso

Lá mais pra Maio a água já não está tão fria…

Maria said...

luís éme

Não fica indiferente não, luís...

Daniela said...

Obrigada pela visita e palavras... mas pelo que vejo, aqui também há amor e tu sabe-lo exprimir... e fiquei sem palavras ao ler-te...
jnhs... meus

Maria said...

daniela

E onde é que não há amor?
As pessoas têm (ou não) coragem para o assumir ou para o dizer ou para o Gritar!!!

O vosso amor é lindo! Comovente!

Beijos

Unicus said...

Não são palavras as que aqui deixas, mas emoções. Por isso, belas.
Beijo

Rosa dos Ventos said...

A mim apetecia-me apetecer, fosse o que fosse...

greentea said...

a mim tb me apetecia tanta coisa....

Cadinho RoCo said...

Apetecia-me, apetecia-me sim, em meio à vastidão deste mar, encontrar origem deste cheiro que transforma meu sonho em ilha.
http://cadinhoroco.blogspot.com/

chuvamiuda said...

...........

Lindo

ora se te apetece

força nisso

:))

..........

Noite serena

david santos said...

Olá!
Bom poema, Maria, obrigado.
Parabéns.
Até sempre.

rouxinol de Bernardim said...

Espero que o ano de 2007 possa trazer mais alegria e menos desespero. Que seja a cereja em cima do bolo do quotidiano!

Que Deus acorde da letargia, são os meus votos!

samaria said...

só de pensar que prá semana estás aqui connosco, APETECIA-ME que já fosse prá semana.
adoro-te

Pedro Branco said...

Roubaste-me de mim ou fui eu que me prendi?

Cada palavra sugada na corrente do desejo...
Cada perfume ou onda ancorando mais um beijo...
Cada poema solto sem norte ou pousio...
Cada xaile tricotado no coração mais frio...
Cada fuga, ausência de tudo querer...
Cada retorno, antevisão do adomrmecer...

Se não fosse isso, ia-me.
Mas não é. Apetecia-me...

Beijo de palavras a unir-nos.

Luna said...

Por vezes fechamo-nos nas nossas ilhas com os quereres, ma para lá do mar existe mais terra queres que desconhecemos
beijinhos

Maria said...

unicus

rosa dos ventos

greentea

cadinho roco

chuva miuda

david santos

rouxinol de bernardim


Muito obrigada pelas vossas palavras

Fiquem bem. Um beijo

Maria said...

samaria

Prá semana é quase já amanhã. Só falta dormires 4 vezes (se não fizeres a sesta...) e depois eu apareço...

Assim pela noitinha, quem sabe? Pãozinho quente com manteiga, um chá...

Se não estiver a nevar tanto melhor!
Beijos aos quatro

Maria said...

pedro branco

Apetecia-me
continuar aqui
a brincar ao esconde
esconde com as palavras
Apetecia-me
saborear o mel
dos teus lábios
ao pôr do sol
Apetecia-me
correr pelos
campos de trigo
donde colheria o pão
Apetecia-me
estar na ilha
************
Mas estou aqui
E prá semana vou estar
no país das túlipas…

Um beijo

Maria said...

luna

Tens razão. A ilha, a minha casa, está sempre de portas abertas, para eu sair e entrar as vezes que eu precisar para ir ver "outras ilhas"...

Um beijo
(o teu blog estava marado ontem... pendurava...)

farinho said...

lindo, o seu poema, o seu querer.


beijocas

profundamente said...

Querer, sonhar...
são coisas que devemos guardar, esse querer de amor, amar é a melhor coisa de que o ser humano está dotada.


Um abraço.

Maria P. said...

Hoje sim, timidamente...

Beijinho:)

Maria P. said...

Voltei:)

eu disse: timidamente...

Houve nevoeiro no interior:)

AnaG. said...

Apetece-me dizer-te...

Gostava de te sentir menos triste...
Beijinho

Maria said...

farinho
profundamente

Nunca tinha acontecido dirigir-me aos dois assim, um a seguir ao outro...
Obrigada pelas palavras, que o vosso amor cresça cada vez mais e que o vivam cada vez mais intensamente.

Dois beijos

Maria said...

maria p.

Ainda bem que voltaste.
Timidamente, deixo-te um beijo

Maria said...

anag.

Quem não tem momentos tristes?

Eu não estou triste, pelo menos agora, e como poderia estar com tantos amigos a visitarem-me?

Um beijo