Monday, August 18, 2008

Fuga


Numa fuga de mim fui à janela. procurei-me e não encontrei nada, nem sombra de mim. eu não existo. procurei-te e não te vi. nem sinal de ti. nem da tua música. nem da tua casa. nem do teu cheiro. foi então que acordei e me disse "que pesadelo". continuo à minha procura. não sei onde estou. mas sei que estou mais viva do que nunca....

(comentado noutro blogue)

76 comments:

pin gente said...

se te sabes vivas, porque te procuras?
parece-me que te encontraste...

beijo
luísa


ps - faço horas para ir buscar a malta à vila. a primeira saída noturna a sós. ehehe

Filoxera said...

Compreendo...
Um beijo amigo.

Filoxera said...

Compreendo...
Um beijo amigo.

Ludo Rex said...

Nada de fugas, estamos aqui...
Kiss

salvoconduto said...

O importante é sentirmo-nos vivos neste mundo de morte.

Abreijo

samuel said...

O que prova que o melhor é estarmos bem "acordados"!

E não resisto a responder à pergunta do post anterior.
-Até eu me lembrar onde raio guardei a raquete!...

Sunshine said...

Estes são os piores pesadelos: aqueles que nos deparamos quando acordamos.
Beijinhos com raios de Sol

mfc said...

É fundamental podermo-nos encontrar... para depois partir à descoberta do outro!

poeta_silente said...

Oi, Maria.
Interessante esta busca... muito interessante.
Todos nós nos procuramos em algum sentido. E passamos a vida toda a procurar.
Bjos
Miriam

lua prateada said...

Vai atrás do teu sonho...dá um passo de cada vez, não te detenhas, continua a escalada, pois lá xegarás...Feliz semana.Se
estás de férias apenas aproveita e, GOZA muito...
Beijinho prateado
SOL

BlueVelvet said...

Esse pesadelo foi uma nuvem cinzenta que passou por aí.
Como tu dizes, estás viva e a vida está à tua espera.
Tem que estar, para agradecer a quem gosta tanto dela.
Beijinhos e que esta noite só tenhas sonhos

O Sibarita said...

Eitá! Sabe não é fia? kkkkk

Dona moça luso-baiana, procurou direito mesmo? kkkk Sei não, viu? kkkk

Hummmmmmm aiaiaaiaiai... kkkk

bjs
O Sibarita

Olhos de Mel said...

Oie minha amiga! Lindo e ao mesmo tempo triste! As vezes eu também me sinto assim, mas não se permita essa tristeza, porque fica mais difícil sair dela...
Bela foto!
Boa semana! Beijos

O Sibarita said...

Maria! Ô Maria! kkk Olhe sôbre o Damário Cruz, o ilustre, é um dos maiores poeta da Bahia e quiça do Brasil, cachoeirano retado, realmente conhece esse Brasil de norte a sul como dizemos por aqui.

Me diz você bateu ou não bateu os tambores (atabaques) em cachoeira?

Não me diga que não foi em nenhum terreiro por lá? Aiaiaia... kkkk

Tô sabendo, quando voltar é para fazer a cabeça (fazer o santo) vai virar filha de Santo é ou não é? kkkk

Ainda mais que você é de Oxum. Vala-me Deus! Atô Tô Oxumaré! kkkk

bjs
O Sibarita

Carminda Pinho said...

Maria,
tantas são as vezes que nos procuramos nos nossos pesadelos. O bom disso é "acordarmos" e sentirmo-nos vivos.

Nesta noite longa, em que esperei ver a nossa bandeira dignificada lá longe, o que aconteceu, deixo-te um grande abraço, e que as núvens escuras desapareçam rápidamente.

Beijinhos, Maria.:)

isabel said...

passo para te deixar um beijo e dizer que sim, estou viva...

Maria P. said...

Os teus comentários, não são "só" comentários...

Beijinho, Maria*

Eduardo Aleixo said...

Não estás a fugir de ti, não, estás a querer aproximar-te de ti, estás a querer encontar-te, e essa é a tarefa difícil, mas essencial, que tens, que temos, nesta vida.
Beijinhos.
Eduardo

Leticia Gabian said...

"mas sei que estou mais viva do que nunca..."

O mais importante fica nas reticências.

Beijo grande

joão marinheiro said...

Por vezes penso se tudo, esta breve passagem por cá, não seja uma fuga pala lá do tempo da forma que o imaginamos.
Quantas vezes procuro e não encontro e sinto aquela sensação estranha sempre de partida. Coisas do mar imenso...
Abraço junto à praia.

Antunes Ferreira said...

LISBOA - PORTUGAL

Olá!

Cheguei a este blogue através de outros que costumo visitar e neles postar comentários. Cheguei, vi e… gostei. Está bem feito, está comunicativo, está agradável, está bonito – e está bem escrito. Esta é uma deformação profissional de um jornalista e dizem que escritor a caminho dos 67…, mas que continua bem-disposto, alegre, piadista, gozão, e – vivo.

Só uma anotaçãozinha: Durante 16 anos trabalhei no Diário de Notícias, o mais importante de Portugal, onde cheguei a Chefe da Redacção – sem motivo justificativo… pelo menos que eu desse com isso… E acabo de publicar – vejam lá para o que me deu a «provecta» idade… - o me(a)u primeiro livro de ficção «Morte na Picada», contos da guerra colonial em Angola (1966/68) em que bem contra vontade, infelizmente participei como oficial miliciano.

Muito prazer me darás se quiseres visitar o meu blogue e nele deixar comentários. E enviar-me colaboração. Basta um imeile / imilio (criações minhas e preciosas…) e já está. E se o quiseres divulgar a Amiga(o)s, ainda melhor. Tanto o blogue, como o imeile, tá? Muito obrigado

www.travessadoferreira.blogspot.com
ferreihenrique@gmail.com

Estou a implementar e desenvolver o projecto que tenho para o meu www.travessadoferreira.blogspot.com e que é conferir ao meu/vosso/NOSSO blogue a característica de PONTO DE ENCONTRO entre os Países fraternalmente ligados – Portugal e Brasil. No que estou, pela minha parte, a desenvolver todas as diligências que, naturalmente, me forem possíveis.
E, naturalmente também, para poder enviar-te «coisas» que ache interessantes. Se, porém, não as quiseres, diz-me que eu paro logo. Sou muito bem-mandado (a minha mulher que o diga…) e muito obediente (cf. parênteses anterior).
Já solicitei a colaboração da Embaixada de Portugal em Brasília, que tem à frente dela um diplomata fora de série, o meu querido Amigo, Dr. Francisco Seixas da Costa e na qual se integram mis dois bons Amigos de longos nos: o Adriano Jordão e o Carlos Fino. Seixas da Costa criou um blogue magnífico Embaixada de Portugal no Brasil, www.embaixada-portugal-brasil.blogspot.com, que vos recomendo vivamente visitar. Tem tudo sobre as relações entre as duas Nações. E já fiz o mesmo aqui em Lisboa. Espero receber resposta da Embaixada brasileira.
Este é um desejo que já ultrapassa a simples intenção. Felizmente, neste momento possui muitos comparticipantes – como desejo que seja o teu caso. Mas, com o empenhamento, a ajuda, o entusiasmo e a alegria que tenho encontrado – iremos longe. A internet (apesar dos aspectos negativos que ainda apresenta) tem uma força incomensurável e desenvolvimento tecnológico que se actualiza dia a dia.
Abrações e queijinhos, convenientemente repartidos e distribuídos

PS 1 – Quando navegarmos em velocidade de cruzeiro, quero alargar o Travessa aos outros PALOP. Que achas?
PS 2 – Desculpa por este comentário ser tão comprido e chato. Como a espada do D. Afonso Henriques…
PS 3 - Já conheces o me(a)u «Morte na Picada»? Há quem diga que é muito bom. E até que é o melhor que se escreveu em Portugal sobre o tema. Dizem… Obviamente que não sou eu a dizê-lo… Só faltava… E também há quem tenha escrito que sendo contos da guerra colonial em Angola 66/68 (em que infelizmente e contra vontade participei), é SANGUE & SEXO… Malandrecos… Depois de leres, se, por singular acaso, tiveres gostado dele, terás de comprar muitíssimos mais exemplares. São excelentes prendas de aniversários, casamentos, divórcios, baptizados, e datas como Natais, Carnavais, Anos Novos, Páscoas, Pentecostes, vinte e cincos de Abris, cincos de Outubro, dezes de Junhos. Até para funerais. Oferecer o «Morte» na morte fica bem em qualquer velório que se preze. E, além disso, recomenda-o, publicita-o, propagandeia-o, impinge-o aos Amigos, conhecidos, desconhecidos & outros, SARL. Os euros estão tão raros e... caros...
++++++++++++
A editora da obra é a Via Occidentalis (occidentalis@netcabo.pt) cujo site é www.via-occidentalis.blogs.sapo.pt. Neste blogue podem ser consultados mais dados sobre o livro, cujo preço de capa é € 14,70. ATENÇÃO: Pode ser comprado pela Internet.
++++++++++++
NOTA IMPORTANTE: Este texto de apreciação e informação é similar em todos os casos em que o utilizo. Digo isto, para quem não surjam dúvidas ou suspeitas sobre a repetição em diferentes blogues. E para que ninguém se sinta ludibriado – ou ofendido… Há feitios que… Mas, sublinho, apenas o uso quando o entendo, isto é, quando gosto mesmo dos que visito. Nos outros onde também vou, se não gosto, saio sem comentários. Há muitos mais. Aqui na terrinha diz-se que «se não gostas, põe na beirinha do prato»…

melgadoporto said...

Quem não sente, hoje mais do que nunca, vontade de “fugir”.
Mentirá quem o desmentir.
“Fugir” é a única forma de renovação.
Mentirá quem o ousar desmentir
Só assim ficamos com a certeza de quem somos.
Quem ignorar não sabe “fugir”… nem ousar…
:-)

em azul said...

Se fosse à janela e visse um lugar assim
também eu fugiria daqui para me encontrar a mim

Um abraço azul, Maria

Adriana said...

Atualmente tem muitos de nos querendo dar uma fugidinha!

zmsantos said...

Viva, Maria Janela!
Mais viva. Mais "aberta" para o Mundo.
Tenho saudades de te ver.

Beijinho

Fernando Samuel said...

E que outro saber é mais importante do que esse?...

Um beijo grande.

Maria said...

pin gente

Ai essa memória...


Beijo

Maria said...

filoxera

são palavras...

Beijo

Maria said...

ludo rex

Claro que não fujo...
Beijo

Maria said...

salvoconduto

É isso mesmo...

Abreijo

Maria said...

samuel

O alemão é tramado...


Abreijo

Maria said...

sunshine

Acordar de um pesadelo é bom... acabou o dito...
Beijinhos, com sol

Maria said...

mfc

E as vezes que nos perdemos?

Sophiamar said...

Às vezes é preciso fazer essa fuga mas nunca devemos deixar que ela se torne num pesadelo.
Os amigos estão cá.Embora em silêncio.
Beijinhos

Maria said...

poeta_silente

E é bom que continuemos a procurar, sempre...
Beijo, Miriam

Maria said...

lua prateada

Corro sempre atrás dos meus sonhos.
É isto que me mantém viva...

Beijo, Sol

Maria said...

bluevelvet

E não tenho razões para gostar?
Todos temos...

Beijinhos

Maria said...

o sibarita

Procurei por aí, não estava.
Encontrei do lado de cá... kkkk

Beijos

Maria said...

olhos de mel

São palavras, e só isso.
Boa semana
Beijo

Maria said...

o sibarita

O Damário Cruz é uma figura, Sibarita.
Adorei conhecê-lo e falar com ele, e a casa/loja dele é muito acolhedora.
Dei lá uma boa risada...

Em Cachoeira só fiz o que sua Cumadi deixou...
☺☺☺

Tenho que me passear com vc por aí, em Salvador, nesses terreiros...

Beijos, Sibarita

Maria said...

carminda pinho

O bom é mesmo acordarmos, e mantermo-nos acordados e atentos...
Foi bom ver a bandeira subir, sim... (noite longa...)

Beijinhos, Carminda

Maria said...

isabel

☺☺

Beijo

Maria said...

maria p.

Como me lês...


Beijinho, Maria

Maria said...

eduardo aleixo

A vida não é fácil.
O que é preciso é sabermos tirar partido do que nos oferece, e buscar o que queremos...

Beijo

Maria said...

letícia gabian

É verdade, amiga...

Beijão enorme!

Maria said...

joão marinheiro

Um dia destes volto a mergulhar no nosso mar imenso e a pisar a rocha.
Aí encontro-me...

Um abraço, daqui

Maria said...

antunes ferreira

O projecto de que falas é interessante.
Irei conhecer o teu blogue e falaremos...

Obrigada pela visita.

Maria said...

melgadoporto

Quando nos sentimos asfixiados por qualquer razão apetece fugir, sim.
Não é o caso.
E há fugas que são necessárias...

Maria said...

em azul

Guarajuba. Foge para lá, que eu vou também...

Um abraço, em azul

Maria said...

adriana

Fugidinha ou escapadela é sempre bom... renova.
Uma fuga pode ser diferente...

Maria said...

zmsantos

Olá!
Soube por aí de uma tal caldeirada com peixe fresco...
É bom estares de volta.
Encontramo-nos um dia destes, num dos sítios do costume...

Beijinhos, também para a Fátima

Maria said...

fernando samuel

E é uma sensação boa...

Um beijo grande

pin gente said...

áquela hora que queres? bem! não era assim tão tarde. saí perto da 1.00 para chegar perto da 1.30. foram cumpridores na hora do encontro e vinham felizes.


quando li a primeira frase, soou-me a algo mas, despistada como sou...
agora que recordo acho que te vou preparar uma surpresa!
gosto sempre dos teus comentários.
vêm sempre carregados de carinho

um abraço forte, maria
luísa

Maria said...

sophiamar

Lentamente, muito lentamente, acordamos de alguns pesadelos que vamos tendo.
É bom este acordar, e saber que, embora em silêncio, os amigos podem estar por aqui...

Beijinhos

pin gente said...

olha, que reparei agora que andas por aqui a responder aos amigos.
beijocas frescas

Maria said...

pin gente

E como é bom ver os filhos a crescer!
Um dia destes libertam-te....


Uma surpresa? Vê lá o que fazes... hehehe
Vê só no que resultou publicar aqui um comentário que te fiz...

Está quase na hora da caipirinha, não te esqueças...

Um abraço, Luísa

Maria said...

pin gente

Correcto e afirmativo
Over

beijos

Mié said...

Já dizia a outra...

"estar vivo é o contrário de estar morto :)))"

beijo



off topic


ahahahahah...


comento aqui...


Finalmente!!!

eu sabia que ele chegava lá!!!!!

beijo

grande

AnaMar said...

Sou perita em fugas (ou em ensaio das mesmas...) e posso afirmar, que cada vez que cada vez que me reencontro (porque é o que tem de bom perdermo-nos) mes into mais viva....embora por vezes cansada, por levar muito tempo a saber de mim.

É tudo uma questão de relatividade (a culpa é do Einstein, :-))
Abreijos

pin gente said...

libertam-me ou libertam-se? eheheh

são muito maezeiros... beijoca aqui, beijoca ali... abracinhos a toda a hora. se continuam assim as noras vão odiar-me. eheh
estou a pensar publicar uma fotos das férias com o título "ternuras". que achas? será muita exposição?

hoje não posso ir às caipirinhas. tomei agora um chá, além disso vou à foz ter com as miúdas. eheh

beijocas redondas e amistosas

Maria said...

mié

E a outra "só tu para fazeres rir a esta hora...:)))"

beijo


off topic:

Pois sabíamos, não sabíamos era quando.... ufa!

outro beijo

Maria said...

anamar

Um dia destes vou mergulhar num mar profundo. Lá sei que me encontro...

Beijo

lgbolhares said...

Que fuga... de quem sabe que está mais viva que nunca...!

Beijinho

Maria said...

pin gente

Libertam-te e libertam-se, claro...
Quando beijocarem por outros lados começarás a sentir a falta de tanto braço e tanto beijo... mas é assim a vida...

Eu teria algum cuidado com fotos aqui na net, por todas as razões que conheces. Ainda há pouco ao jornal da noite mais 300 e tal foram apanhados exactamente porque usavam a net para...
Mas os filhos são teus e tu é que sabes o que deves fazer. Eu não o faria...

Bom passeio pela foz...

Beijo, Luísa

Maria said...

lgbolhares

São dias, ou noites....

Beijinho

nanda said...

beijinho

heretico said...

beijo. gostei do texto. e dessa "fuga" musical...

Cris Caetano said...

Vira e mexe, sinto-me assim e me ainda dou-me ao trabalho de me questionar se algum dia me encontrarei... e quanto ao outro, também procuro e não o encontro. Tá escondidíssimo...

Beijinhos

Maria said...

nanda

beijinho...

Maria said...

heretico

Obrigada...
Beijo

Maria said...

cris caetano

são estados de alma... sei lá...

Beijinhos

Sunshine said...

Os pesadelos a que me referia são aqueles que fazem parte da nossa realidade.
Uma noite e um amanhecer sem pesadelos é o que desejo.
Beijinhos com raios de Sol

elvira carvalho said...

Como diria Horácio "A negra preocupação monta à garupa do cavaleiro". Não há fuga que nos livre dos nossos próprios sentimentos.
Um abraço

Maria said...

sjunshine

Por isso eu digo: acordar dele é bom, e agora acrescento, temos é que trabalhar para isso... :)

Beijinho, sunshine

Maria said...

elvira carvalho

Bateste no ponto: os nossos sentimentos...

Um abraço grande

Cris Caetano said...

A minha escrita anda meio gaga, não sou assim tão burrinha. hehe

Beijinhos