Saturday, August 09, 2008

Hiroshima há 3 dias, hoje Nagasaki


Rosa de Hiroshima

Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
Cegas inexatas
Pensem nas mulheres
Rotas alteradas
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas

Mas oh não se esqueçam
Da rosa da rosa
Da rosa de Hiroshima
A rosa hereditária

A rosa radioativa
Estúpida e inválida
A rosa com cirrose
A anti-rosa atômica

Sem cor sem perfume
Sem rosa sem nada

(Vinicius de Moraes)
(foto da net)

27 comments:

Maria said...

A rosa de Hiroshima não é esta.
Mas é esta que eu quero aqui, porque é linda...
... tal como o poema do Vinicius...

Beijos a todos

pin gente said...

que ignorância a minha! não fazia ideia que estas importantes palavras eram/são de vinicius.
na voz de ney ficam ainda mais belas (se é que podem!)

e eu conheço esta rosa, que um dia me deste e tanto me acalentou.
por tudo... obrigada, maria.
desculpa a ausência de palavras mas sabes que foi temporário.
estou de volta ao teu aconchego, ao teu colo mansinho... e, naturalmente, às caipirinhas!

beijo grande
luísa

salvoconduto said...

São esses que despejaram as duas bombas atómicas que querem o "controlo" das armas nucleares, mas se negam a acabar com elas.
Que o mundo não esqueça.

Abreijo

Ana said...

Um extraordinário poema de Vinicius... para que se não esqueça.

"Sem cor sem perfume
Sem rosa sem nada"

Um beijo, Maria.

BlueVelvet said...

Este poema cantado pelo Ney arrepia e até dói...
Beijinhos e bom fim-de-semana

João JR said...

Querida Maria,
vim hoje a casa a correr como tem estado a minha vida...pois estou na aldeia do meco, abrimos um restaurante "COP'3 Na Aldeia", onde gostava que me fosses visitar, almoçar, jantar, enfim!
Nem tempo tenho para fazer um post no blog:((((
Mas ao publicar o teu ult comentario, vim só a correr dizer-te!!!
Beijos grandes com saudade...
aguardo visita!!!

samuel said...

É um grande poema que deu uma grande canção.
Para que não se esqueça ou branqueie!

Abreijo

Cris Caetano said...

Eu adoro este poema. O interessante é que sempre que penso em Hiroshima, ele me vem à cabeça.
Este poema virou uma música lindíssima que foi gravada na voz do Ney Matogrosso. Encontrei-a aqui: http://www.youtube.com/watch?v=9YJaaVAQ5lE

Beijinhos e bom fim de semana

Valsa Lenta said...

Um acto de que a humanidade se pode e deve envergonhar.
Quanto ao poema... lindo e brutal!

Felicidades

Catarina said...

As rosas são lindas essa então está perfeita...
E juntamento com as palavras de Vinicius está ouro sobre azul.

Vou-te contar uma anedota nada a propósito, mas com o tempo vais perceber que eu sou assim mesmo e não há jeito de mudar :)

Diz a Rosa á couve.flor, eu sou bonita, elegante, tenho presença, agora tu couve-flor, és feia, e desajeitada e a couve -flor respondeu:
_e de que te adianta a Ti, Rosa seres bonita, se ninguém te come? :))

beijo

Filoxera said...

(Silêncio respeitoso)

Beijinhos.

Sophiamar said...

Que nunca esqueçamos os grandes erros da história! Bem hajas!
Continuo de férias, pouco ligada à net, mas venho desejar-te um bom fim de semana. Do meu mar e da minha serra envio-te beijinhos e um abraço amigo.

Leticia Gabian said...

Não dá pra esquecer nem da Rosa de Hiroshima, nem da Rosa do Vinicius/Ney.

Beijo grande

mariam said...

perfeita a rosa da sua foto
perfeito o poema
perfeita a voz de Ney

coisas perfeitas neste imperfeito mundo

quanto aos J.Olimpicos, assisti a parte da abertura, cerimónia fantástica, mas não consegui estar com paz de espírito nem me consegui abstrair do resto que os envolve, o que é péssimo, os magníficos atletas não merecem.
vou acompanhar

bom fim-de-semana
um sorriso :)

em azul said...

Será que deveria haver alguma hereditariedade nas memórias?
Na falta dela maravilhosos poemas para nos fazer recordar (ou talvez ficasse melhor, não nos deixar esquecer)
Lindo poema.
Um beijo

Fernando Rodrigues said...

Que maravilha

bjitos

Papoila said...

Comcordo com o teu comentário sim .. a rosa que aqui tens é linda...
a outra não.

Beijinho
BF

Alexandre said...

Ocupada com as fachadas dos Jogos Olímpicos e da «perfeição» chinesa, até parece que a humanidade esqueceu Hiroshima... são esses «esquecimentos» que dão origem a novas Hiroshimas...

jasmimdomeuquintal said...

Este é um dos poemas mais lindos do Vinicius.

elvira carvalho said...

Importante é que não se esqueçam estas datas. Os esquecimentos são um perigo. Podem dar origem a repetições.
Um abraço e um bom fim de semana

O Sibarita said...

Não preciso dizer nada o Vinicius já disse tudo!

Eitá Maria porreta! Venha! kkkkk

bjs
O Sibarita

Fernando Samuel said...

Para que a Terra não esqueça!

Um beijo.

Justine said...

E o poema é tão belo, e é tão bem cantado pelo Ney, e é tão importante continuar a lembrar!

LM,paris said...

maria,
merci,para nao esquecer, nunca!
a rosa é orvalhada, serao as làgrimas de todos nos ali recolhidas.
tao lindo este poema, dolorosamente rosa de hiroshima.
beijo grande de Paris.
Com chuva...
LM

Lúcia said...

Silêncio - para essas vítimas. E que não se repita. Por todos nós.
Abraço comovido, Maria

LM,paris said...

Merci Maria da sua visita.
venha sempre, com braçadas de rosas para você de Paris,
num verao frio...mas sol cà dentro!!!
bjos
LM

Parapeito said...

...Porque Lembrar é Preciso...Excelente escolha Maria.

Dias cpm brisas frescas***