Monday, October 06, 2008

Caminhei contigo em silêncio


Caminhei contigo em silêncio
sem me veres, sem me sentires
pelas escarpas das rochas junto ao mar
Continuo ao teu lado a tempo inteiro
e se deres por mim dá um sinal
talvez possamos, juntas, ver o luar...

40 comments:

salvoconduto said...

Ora vamos lá iniciar a semana, caminhando e conversando, pelo dos blogues.

Abreijo

Fernando Santos (Chana) said...

Olá Maria, bela fotografia...Belo texto...
Beijos

elvira carvalho said...

Linda fotografia e belo poema, num casamento perfeito.
Um abraço e uma boa semana

samuel said...

"Felizmente, há luar!" :)

Abreijo

MIMO-TE said...

Que cheiro a maresia :)
Que bom ler-te :)

Bjos amiga
Paula Minau

O Sibarita said...

Oi dona moça! Caminhou foi? Hummm... Nem percebi! kkkkkk

Pronto a foto é muito da porreta, o sinal foi dado! kkkkkkkkk

Eita Maria danada!

bjs
O Sibarita

lisse said...

"Caminhar" a confundir passos e sombras,
a conjugar segredos e sorrisos.
Esperar que a lua borde estrelas e conchas e em silêncio oferecer ao mar...
abraço

BlueVelvet said...

Caminhas com muita gente em silêncio e estás ao lado de muitos, sempre.
Não sei com quem queres ver o luar, mas ele ilumina-te porque és uma pessoa muito especial.
Fantástica fotografia.
Beijinhos e boa semana

SMA said...

Mar ondas que trazem e levem
.
.
.
e há quem fique
sempre
pedras

bjo doce

Era uma vez um Girassol said...

Sempre belos os teus poemas, Maria!
O meu tempo é pouco para os blogues, por isso faço agora uma pausa.
Beijinhos da flor

A CONCORRÊNCIA said...

É tão importante ás vezes o silêncio, é tão necessário um pouco de silêncio ás vezes nas nossas vidas. Quem não tem momentos em que saboreia o silêncio.

Beijos

Teresa Durães said...

apesar da distância as palavras são ternas

Apenas eu said...

adorava estar a teu lado e ver o luar no dito silêncio porque ha momentos em que as palavras se escusam...

beijo meu

despertando said...

E como sinal do meu regresso deixo-te um beijo.
A foto está um encanto

Lúcia said...

Arrepiei, Maria. Porque é isto que sinto...em certos momentos. Esta vontade e sentir perto...
Beijinhos

Carla said...

Maria que convite delicioso...que foto linda!
beijos

Fernando Samuel said...

A meu ver, este é um dos melhores poemas que escreveste.

Um beijo grande.

batista said...

belo, sensível. gostei: muito!

deixo um abraço fraterno.

Ana said...

A nossa memória é uma coisa prodigiosa.
Por paradoxal que possa parecer, se às vezes nos faz sentir a solidão, também é, ao mesmo tempo, uma companhia insubstituível.

Beijinho

AnaMar said...

O luar sobre o mar é um espectáculo que não se pode perder. Tal como com quem caminhas em silêncio e que dá por ti, certamente.

Bj

Eduardo Aleixo said...

Terna é essa noite imaginada de luar
Tão linda como este lindo poema de amor
em que embalas contigo o sonho do luar
Acompamhada por quem tu amas ou esperas amar
E seja digno da tua manaira suave e doce de esperar ...

Beijos.

Ea

A. Jorge said...

Olá!
As saudades que eu tenho de tudo isto aqui não podem exprimir-se por palavras. Sinto-as e pronto a vontade que tenho de voltar é grande e vou voltar em breve. O contacto nunca o perdi porque de vez em quando lá vinha cá dar uma espreitadinha, eh eh!
Adorei saber que caminhas comigo em silêncio e ainda por cima, junto ao mar que á a minha "casa".

Um beijo grande de saudades,

até breve

Um beijo

Jorge

Cris Caetano said...

Bora, Maria! ;) Nem precisas pedir muito.

Beijinhos

A. Jorge said...

Errata:
Como deves ter percebido deveria existir um ponto final no fim da frase "sinto-as e pronto", deixa, foi da emoção do regresso.

:)

Sunshine said...

É tão bom termos alguém a caminhar ao nosso lado! É impossível não nos apercebermos.
Beijinhos com raios de Sol

Agulheta said...

Maria. Que bom estar no silêncio e contemplar,tudo que nos rodeia.
Agradeço visita e deixo Beijinho

Maçã com Canela said...

Ola Maria!

Ás vezes essas caminhadas vazem-nos tão bem... nem que sejam em pensamentos...
Uma caminhada onde tomamos o nosso rumo com sentido.
Gosto muito de ti, beijinhos!

Maria P. said...

O dom do carinho...

Beijinho, Maria*

nanda said...

O mar é uma enorme fonte de inspiração.
bjs

Vanda Paz said...

Sabes, hoje sou eu que passo e nada digo...

beijo

mariam said...

Maria, olhe para trás... também sigo no mesmo trilho... estou é mais distante...

boa semana

um sorriso amigo :)

mariam


ah!no meu pc não vejo nenhuma foto neste post!

Delfim peixoto said...

Também estou ao teu lado, amiga

em azul said...

E não é que te senti a meu lado, Maria da ilha!
Um beijo (é o meu sinal)
em azul

O Sibarita said...

Voltei viu Fia? kkkk

Dona moça você está sem fitas do Senhor do Bonfim, é? kkkk Valhei-me Deus! kkkk

Ah vou providenciar, ora se vou! kkkkkkk

E o luar? kkkkk

bjs
O Sibarita

Maria Tarot said...

Ha momentos maravilhosos!

Maria said...

Muito obrigada por tanto carinho que aqui deixaram.

Beijos a todos

Fabrício Brandão said...

O caminhar junto ao mar revela signos poéticos de serenidade.

Saudações, Maria!

mfc said...

O grito silencioso de quem precisa de se sentir a caminhar acompanhado!
Todos o necessitamos.

Filoxera said...

Sempre a mesma extraordinária sensibilidade, acompanhada do mar indispensável.
Beijinhos.

Leticia Gabian said...

No silêncio ficamos mais atentos aos sinais.

Beijo grande, amiga-irmã