Wednesday, October 22, 2008

Fome


Entardece
quando a tua boca se esmaga contra a minha
e as pontas dos dedos se tocam
 e se entrelaçam

saciando a fome mais antiga de todas...

43 comments:

salvoconduto said...

Palavras lindas, as tuas!

Abreijo.

em azul said...

(suspiro)
que maravilhosa forma de saciar fome e sede...

vou saciá-la no entrelaçar de dedos!

Beijo
em azul

Leticia Gabian said...

Maroca!
Como eu sofro deste mal!
Como ele me consome por dentro...!

Mas, não posso me queixar... Janeiro vem aí...

Beijo enorme, amiga-irmã

FERNANDA & POEMAS said...

Olá querida Amiga Maria, que maravilhosa postagem... As flores belíssimas... As tuas palavras ... deixaram-me com um aperto no coração!... Boa noite Amiga...Muitos beijinhos de ternura,
Fernandinha

BlueVelvet said...

Lindo demais.
Às vezes também me dá esta fome...
Beijinhos

Carminda Pinho said...

Maria,
cheinha de fome estava eu também.:)
Uff...

Não percebi aquela da Foz do Arelho. Vês como ando baralhada?
E Choro? onde?
Ai Maria! que me fazes ficar com água na boca...:)))

Beijos e, diverte-te por mim também.

Maria said...

carminda pinho

A foto que colocaste hoje no teu blog é da Lagoa de Óbidos, Foz do Arelho, Caldas da Rainha...
Conheço-a como a palma das minhas mãos...
O Choro é todas as terças feiras às 22 horas, no Lusitano Clube de Alfama (Grupo de Choro de Lisboa).
Agora só para a semana...

Beijinhos

tulipa said...

Olá Amiga

Que bela poesia.
O entardecer é sempre bonito.

Falo de cinema, desta vez cinema francês, andei uns tempos arredada das salas de cinema, mas espero voltar às minhas sessões semanais.

Fui ao «Porto» de visita e fiz dois posts sobre a viagem, num deles mostro imagens do Outono no Porto.
Quer vir espreitar?

Beijinhos.
Boa semana.

zmsantos said...

E quanto mais empanturrado, melhor!

(engraçado, depois de te ler, fiquei sem fome)

Beijinho.

Teresa Durães said...

o amor consumido!

Utopia das Palavras said...

Há sempre um entardecer nos sentidos!

Beijinhos
Ausenda


(acabei de fazer um post, ainda não publicado "Entardece")

C Valente said...

Lindo
Saudações amigas

tempoparaamar said...

E essa fome nos sacia e dá vontade de continuar pela vida fora unidos e entrelaçados pelo amor.Beijinho Maria

mundo azul said...

...saciar essa fome é dar ao corpo o que se tem de melhor!


Versos curtos e intensos...Adorei!


Beijos de luz e o meu carinho...

João Videira Santos said...

Tão simples e tão bonito...

Filoxera said...

Que discreta sensualidade! Lindo...

batista said...

passando e curtindo as postagens, não todas, que o tempo não o permite, no momento...

bem, não tinha como não descontrair depois após a leitura do post do dia 20 de outubro, rss! grato, de coração, pela partilha.

sobre sonhar... sempre!

quanto à fome, em pouquíssimas palavras, quantas possibilidades!

deixo um abraço fraterno.

Mié said...

...


Hoje não tenho palavras...


apenas que cada vez estás mais poeta.

Gosto.

Um beijo

terno

ilha dos amores

batista said...

errata:

esse “depois após” foi demais, hem? rss! gralhas, gralhas... rss!!!

Eduardo Aleixo said...

Poema cálido.
Comida boa, a do amor.
Flores lindas.
O teu poema tem letrinhas muito redondinhas!
- Bocas minhas.
Beujo.
EA

Só Eu said...

BRILHANTE!
Nem imaginas o quanto gosto deste tipo de ARTE POÉTICA.
Consegues um mar numa pequena onda...
Estou orgulhoso por te "conhecer" e por poder ler-te. OBRIGADO!.
Beijinhos
Ricardo

SMA said...

Bom dia em fome,
.
.
.
estamos sempre com fome desse alimento
.
.
que as entranhas pedem
.
.
cheiro de corpo molhado pela terra tocada pela água
.
entrelaço-me
bjo doce

Lúcia said...

Ai Maria...ler isto é um preigo! Porque bonita. Porque verdadeiro.
Beijinhos

Ana said...

Assim é a alma dos poetas.
Sentimentos grandes em poucas palavras.

Esse jardim não me importava de que fosse meu...

Beijinho

fj said...

tão simples e tão bonito.
diz-nos** tanto qd os dedos se tocam por amor e que se entrelaçam naturalmente.
bjs.

** nem todos somos iguais, digo eu ;)

SILÊNCIO CULPADO said...

Maria
Gloriosa é a paixão que transmites em palavras.

Beijos

pin gente said...

é tarde! a lua aconchega-se nos abraços da noite. cheia, redonda, humedecidos lábios dos beijos das estrelas. provocadora em cada quarto onde trespassa a transparência das cortinas. deliciosamente muda a forma, esconde-se. foge ao meu olhar. desaparece-me da ponta dos dedos. entre ela os nossos lábios. esfomeados e perdidos. como ela desejosos da carne. por ela ternurentos da boca um do outro.
é tarde! beija-me uma vez mais antes do nascer o sol. esta noite passou mas não a minha fome de ti.



olá, maria!
senti a falta do cheiro do teu mar.
é tarde! tenho que ir...

eu vou, mas volto!
beijo
luísa

amigona avó e a neta princesa said...

Que maravilhosa maneira de AMAR! Lindo, amiga! Bem hajas por me transmitires tamanha felicidade!
Beijos...

Fernando Samuel said...

É bonito. É bonito.


Um beijo grande.

Agulheta said...

Maria. Que bom quando se sacia a fome do momento! este aqui.
Beijinho

Uma Ilha said...

Beijinhos Maria
Uma ilha

mariam said...

Grande Maria!
Este poema, parecendo pequeno... que grande é!
Cravos-espanhois, Crisântemos, Margaridas e Carvalhas, flores, adoro flores, e estas, da fotografia, numa onda de cor... lindas!

P'las palavras "faladas", que acolhi com um sorriso, lhe digo, Obrigada!

bom resto de semana
um sorriso :)

mariam

Delfim peixoto said...

E nessa fome anseio o pão, e nessa fome anseio a paixão, e nesse banquete que se juntem as mãos
bjnhs

as velas ardem ate ao fim said...

E que suspiro que eu dei!

um bjo

Méon, said...

... quando o ar tem aroma de flor...quando a flor tem aroma de AMOR...

...deixa que a noite durma sobre essa paz...

Parapeito said...

..assim vale a pena entardecer...

Há fomes que não se devem saciar :))

beijoo

Ludo Rex said...

Belas palavras... Kiss

Apenas eu said...

como sempre acertas em cheio :)
tanto em tao pouco...

por acaso ando a alimentar-me mal :))

beijos Maria de qtgm

Maria P. said...

Ao entardecer tudo é permitido...


:)Beijinho, Maria*

Carminda Pinho said...

As coisas que tu sabes, Maria...:)

Um dia...vou lá espreitar...o Choro.;)

Beijos

mfc said...

E é uma fome tão boa!

Maria said...

Muito obrigada a todos por terem passado aqui.

Beijos

O Sibarita said...

Pois é essa fome insáciavel...

Nega, você botou pra lenhar nesse poemeto demais!

E a fome heim? Eu que o diga... kkkkk


bjs
O Sibarita