Tuesday, October 21, 2008

Por enquanto


Por enquanto
ainda nos é permitido
sonhar
por enquanto
podemos sorrir, cúmplices,
com os amantes e amados
por enquanto...

43 comments:

salvoconduto said...

Certeira, Maria.

Por enquanto ainda me é permitido escrever aqui...

Abreijo.

fj said...

os "por enquanto" que muitas das vezes já está tão perto do limite da "proibição"

bjs Maria

Leticia Gabian said...

Se nos tiram isso, Maroca... Será como uma morte em vida!


Beijo enorme, amiga-irmã

Oris said...

Deixa-nos pensar que, o "por enquanto", será para sempre...

Sonhar, não custa nada...

Beijitos, Maria.

em azul said...

Espero que o "por enquanto" dure, dure, dure...

Beijo, maria da ilha
em azul

utopia das palavras said...

por enquanto...
só por enquanto
vou subir
a um monte
e gritar...
por enquanto...
até que a vida mude
vou lutar
por enquanto...
vou continuar
assim...

beijos
ausenda

samuel said...

Parafraseando o poeta, enquanto o "por enquanto" durar... que seja eterno! :-)))

Abreijos

FERNANDA & POEMAS said...

Olá querida Maria, por enquanto eu vou fazer aquilo que me apetece!
Por enquanto eu vou viver á minha maneira!
Por enquanto, vou escrever o que gosto!
E no dia que não me for permitido, eu vou para a rua e farei o que fiz a 24 de Abril de 1974, mas, jamais me retirarão a liberdade de acção...
Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Eduardo Aleixo said...

Maria

Ninguém me proibiu de sonhar no tempo do fascismo!
Digo-te mais: nem de falar.
Claro que... eu nâo era perigoso. Mas de sonhar?!! Ninguém. Muito menos hoje me proibem de sonhar.Nunca. Sonharei sempre. Sobre o falar...Sim... há problemas. Mas não estamos no fascismo. Muito longe disso. Claro que há motivos profissionais, de partido... materiais, que condicionam as pessoas de falarem. Mas...não determinam!
É falacioso transmitir a mensagem de que não há liberdade, sem diferenciar os tempos históricos. É, diria, uma forma de... racionalizar/ justificar, nossa incapacidade de...ousarmos...
Bom, a partir daqui o texto seria longo.
Falaríamos longamente com duas boas cervejas.( curioso: ainda hoje falei longamente com um amigo meu, teu camarada, sobre este problema, e outros...). Conversa política.
Sabes, estamos de acordo, mas só com conversa mais longa, a gente diria: estamos - ou estávamos - a falar da mesma coisa, mas de maneira diferente...
Talvez um dia.
Se não for sobre política... pode ser sobre... o mar. Que tem muito mais interesse. Ou, falando politicamente, igual interesse.
Beijo.
EA

BlueVelvet said...

Não acredito que nos consigam tirar a capacidade de sonhar tal como "não há machado que corte a raíz ao pensamento", não é?
Bjinhos

Ana said...

Por enquanto, sonhar não paga imposto.
Amanhã, quando estivermos todos chipados, tu, eterna sonhadora, nem te vais endireitar com os impostos que terás de pagar:)))
(até versejei)

Beijinho

mfc said...

Há nuvens ao mar....

Carminda Pinho said...

E nós lá vamos deixar que nos roubem de novo a liberdade, Maria?
NÃO!

Todos juntos, independentemente da política em que acreditamos, não deixaremos.
NUNCA MAIS!

Beijos, Maria.

Maria said...

eduardo aleixo

Sorte a tua, que nunca foste proibido de falar no tempo do fascismo.
Muitos foram. Mas nem a esses conseguiram tirar a capacidade de sonhar.
Mas pronto, o teu comentário foi a primeira reacção ao que leste, e eu até percebo.
Devias, no entanto, ter lido por baixo onde diz "blogue dos outros, palavras minhas", e terias tido, talvez, outra reacção. Porque este post não fala de política, mas sim de amor...
... e a expressão "por enquanto" faz parte do contexto do post que comentei...

No dia em que eu tiver que fazer (espero que nunca) um post sobre a falta de liberdade vais perceber como a minha linguagem muda... não falará de amantes nem de amados, mas de LUTA, da LUTA que será preciso encetar, de outra forma, para que nunca mais aconteça ficarmos sem liberdade.
E digo-te ainda que, mesmo com as dificuldades, os motivos profissionais, etc., tudo o que apontas, a mim nunca ninguém, nenhuma entidade patronal, me impediu de falar e dizer o que penso. Era o que me faltava. Se paguei por ser assim? Claro que paguei. Mas pagaria outra vez, para estar com a minha consciência tranquila. Para poder ser eu. E só assim sei ser....

Um beijo

Só Eu said...

Acho que não vou utilizar o "por enquanto" para dizer que gosto de te ler. Sempre. E então quando falas de amor, sempre!
Eu quero sonhar sempre, falar sempre e Amar Sempre!
Beijinhos

zmsantos said...

Por equanto, continua a ser urgente, o amor.

Beijos e até logo.

C Valente said...

E quando os sonhos são bons é um a coisa maravilhosa e do sonho nasce a vida
Saudações amigas e bom dia

A CONCORRÊNCIA said...

Felizmente ainda temos aquilo que é mais importante nas nossas vidas. E vou lutar com todas as forças para que não me roubem isso também ...

Beijos

Teresa Durães said...

enquanto houver liberdade

Carla said...

por enquanto ainda não nos proibiram de sonhar...de acreditar...de sorrir...até quando?
beijos e esperemos que não nos faltem as forças para continuarmos a lutar

Luis Eme said...

por enquanto, e espero sempre, pelo menos os sonhos ainda não são controláveis...

beijinho Maria

Huckleberry Friend said...

Que esse enquanto se prolongue... beijo!

Justine said...

Longe vá o agouro, menina!!Fascismo nunca mais...

Apenas eu said...

Por enquanto?
Embora o para sempre seja enquanto durar...
Ninguém me tira a vontade de sonhar. e eu sonho e olha que não é pouco...

Nem quero pensar que poderia viver de outra maneira...

Beijos de qtgm

Maria P. said...

Por enquanto, ainda acredito...

Beijinho, Maria.

Eduardo Aleixo said...

Irritei-te. Sem intenção. Não há razão.
Beijinhos.
EA

Sunshine said...

E será que nós realmente sonhamos?
Penso que até nos sonhos andamos a ser muito condicionados :(
Beijinhos com raios de sol

poesianopopular said...

Maria
De "por enquanto " em "por enquanto" não vamos ficar num pranto?
Oxalá...Que não; claro!
Bjos amiga

wild said...

Sonhar é o melhor que existe. Fecho os olhos e sou o que eu quiser.
Valha-nos isso.

Papoila said...

Sonhar.. por enquanto ainda...Maria

Beijos
BF

Olhos de mel said...

Oie linda! Muito belo A verdade é essa; nada é para sempre. Mas que esse amor dure por muito tempo. Sonhe sim! Os sonhos nos deixam o desejo de realizar e nos faz acreditar que é possível.
Beijos

Agulheta said...

Maria. Ninguém nos irá tirar os sonhos, nem a vontade dos mesmos.Nunca mais,chegou.
Beijinho

pb said...

Por enquanto, ainda nos é permitido sonhar, até quando ? Um beijo

Filoxera said...

Maria:
para comentar, necessitaria de estar com melhor estado de espírito.
Deixo um beijo muito forte.

heretico said...

por enquanto "nas esquinas da cidade" não existem (ainda)cartazes denunciado o Amor...

belíssimo

beijos

Eduardo Aleixo said...

Maria

Qd quiser, vá ao meu blogue, e tem lá uma prendinha.
Bj.
EA

Maria said...

Muito obrigada por terem passado aqui

Beijos a todos

Maria said...

heretico

a invenção do amor....
beijo

Mié said...

Aproveitemos o enquanto.


um beijo

ilha

SMA said...

Por enquanto fico por aqui
.
.
.
aqui é sempre permitido :-)))
.
.
bjo

Joao P. said...

Ah... só nos faltava isso...

Levam-me tudo menos isso

bjs

João P.

Fernando Samuel said...

Por enquanto...


Um beijo grande.

mariam said...

por enquanto... e sempre, assim queiramos... :) (: