Friday, October 03, 2008

TODOS DIFERENTES, TODOS IGUAIS...

A situação que se segue aconteceu num voo da British Airways, entre Joanesburgo (África do Sul) e Londres.

Uma mulher (branca), de aproximadamente 50 anos, chegou ao seu lugar em classe económica e viu que estava ao lado de um passageiro negro.
Visivelmente perturbada, chamou a comissária de bordo.

- Algum problema, minha senhora? - Perguntou a comissária.
- Não vê? - Respondeu a senhora - Vocês colocaram-me ao lado de um negro. Não posso ficar aqui. Tem de me arranjar outro lugar.
- Por favor, acalme-se! - disse a hospedeira - Infelizmente, todos os lugares estão ocupados. Porém, vou ver se ainda temos algum disponível.

A comissária afasta-se e volta alguns minutos depois.

- Senhora, como eu disse, não há nenhum outro lugar livre em classe económica. Falei com o comandante e ele confirmou que não temos mais nenhum lugar nem mesmo em classe económica. Temos apenas um lugar em primeira classe.

E antes que a mulher fizesse algum comentário, a comissária continua:

- Veja, não é comum que a nossa companhia permita que um passageiro da classe económica se sente na primeira classe. Porém, tendo em vista as circunstâncias, o comandante pensa que seria escandaloso obrigar um passageiro a viajar ao lado de uma pessoa desagradável.

E, dirigindo-se ao senhor negro, a comissária prosseguiu:

- Portanto, senhor, caso queira, por favor pegue na sua bagagem de mão, pois reservamos para si um lugar em primeira classe...

Todos os passageiros que, estupefactos, assistiam à cena, começaram a aplaudir, alguns de pé.

«O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons...»
Martin Luther King

(Este texto foi recebido por e-mail, vale o que vale. Que sirva, pelo menos, para pensarmos...)

40 comments:

Maria said...

Amigos

Não tenho tido tempo para responder aos vossos comentários, como era hábito.

Espero que um dia destes tudo volte à normalidade, e que me sobre tempo...
Não deixarei de vos visitar, claro...

Beijos e... bom fim-de-semana

nanda said...

Infelizmente situações destas são bastante vlgares.
O meu aplauso de pé, para o comandante.
Bjs

BlueVelvet said...

A frase do Luther King já conhecia.
A história não e tenho muitas reticências em acreditar.
Bom será o dia em que as não tenha.
Em todo o caso, "si non e vero, e bene trovato".
Beijinhos Maria

Carminda Pinho said...

E vale muito, o texto, Maria, para que não nos esqueçamos que ainda existem pessoas assim...execráveis!!!

Beijos

mfc said...

É fabuloso!

samuel said...

As parábolas valem sempre o que valem... esta é uma parábola bonita! :)

Abreijos

FERNANDA & POEMAS said...

Olá querida Maria, infelizmente ainda existe muito racismo... não compreendo as pessoas assim, todos nascemos nus e todos morreremos!
Haja mais solidariadade entre as pessoas e este mundo será melhor!...
Beijinhos de carinho e amizade,
Fernandinha

Cris Caetano said...

Eu até fiquei arrepiada de emoção. :)
Ai que eu dava tudo pra estar nesse vôo.

Beijinhos

Carlos said...

Ainda existe muito racismo disfarçado...
Muito pertinente este seu post, tem muito valor , nem que seja pelo menos para quem o ler pense maduramente sobre o assunto.

:)

AnaMar said...

Sim serve certamente para (re)pensarmos...
Beijos

pin gente said...

pois eu não conhecia nem a frase nem a história... aplaudiria também estando nesse voo!

beijo, maria

A CONCORRÊNCIA said...

É pena continuarmos ainda, hoje em dia, a sermos uns mais iguais que outros.
Acredito que um dia virá, em que seremos realmente todos iguais.

Beijo e abracito apertado

Justine said...

Tenho cá uma pequena desconfiança de que é mesmo história...mas que bom seria se as pessoas se comportassem como essa hospedeira, em circunstâncias semelhantes!

Fernando Samuel said...

Vale para pensar, pois claro: e não há melhor valia do que essa...

Um beijo grande.

Filoxera said...

Já conhecia. Acho que a companhia aérea procedeu da melhor forma.
Beijos.

rosa dourada/ondina azul said...

Vale para isso mesmo, para pensar :)

Sonhando...
um mundo melhor sem cenas destas, que tal seria :)))



beijinho,

dona tela said...

Tenho um novo projecto.
Dê-me a sua opinião, se faz favor.

Leticia Gabian said...

Maroca,
Como eu queria ter presenciado esta cena....! Acho que, além de aplaudir, ia querer abraçar e beijar a aeromoça, o comandante, os companheiros de vôo e o senhor destratado pela mulher sem alma... Ai, que ia ser uma festa!!!!!

E a frase, cheia de consciência e humanidade, só poderia ter sido dita por este homem maior.

Beijo grande, amiga-irmã

zmsantos said...

É dificil de acreditar, mas vamos ter esperança que a verticalidade das pessoas passe a barreira do nosso individualismo.

Beijo e bom fim-de-semana!

LOURO said...

Olá Amiga Maria, grato pela tua visita... Infelizmente assim vai o Mundo e o nosso Pais!...
Bom fim de semana, para ti também,
beijinhos,
Lourenço

fj said...

não passará de uma estória, mas vale o que vale...se fosse verdadeira seria uma bofetada(ão)
Um bom fds
Beijos.

em azul said...

Será que se eu fosse azul ela faria o mesmo?


Um beijo, Maria da ilha
em azul

C Valente said...

todo iguais,é uma treta, o egoismo das pessoas é grande, faz-se uma greve ou manifestação e há sempre quem esteja do contra.
Gostei da historia
Saudações amigas

Agulheta said...

Querida amiga.agradeço a visita feita,pois esta gripe me dá volta a cabeça,não sou mulher de parar,e para mais tenho o marido igual,isto é que chamo dois em um.Este texto é uma realidade infelizmente,nos dias de hoje.
Bom fim semana
Beijinho

Deusa Odoyá said...

Olá minha estimada amiga maria.
Está de parabéns esse comandante., pois usou de bom senso.
Ele como negro é digno de muito respeito.
Viva a liberdade e abaixo a descriminação.
Beijos amiga.

Uma semana com muita paz e amor.

Regina Coeli.

Te aguardo em meu cantinho.

Jose Augusto Soares said...

Se no mundo existissem muitos Comandantes assim...estaria tudo muito melhor.

Eduardo Aleixo said...

Que grande comandante, Maria.
Abraços.
EA

Maria said...

Muito obrigada a todos que passaram por aqui.
Bom fim de semana, beijos

marinaebrunaartes said...

Estou como a Nanda diz APLAUSUS para o comandante..e tb para si Maria,gostei de visitá-la..

Fernando Rozano said...

história marcante. gestos como o do comandante são um alento. belo post. meu abraço.

fred said...

Tenha ocorrido ou não, é uma história que merece ser acreditada.
Parabéns pelo blog.
Abraços.

batista said...

belíssimo post. valeu, mesmo!

deixo um abraço fraterno.

Ana said...

O episódio já era meu conhecido mas é uma boa ilustração sobre o preconceito.
Infelizmente é coisa que continua a existir entre raças diferentes.
Até me parece que está a aumentar, em vez de diminuír.
Os tempos de crise agravam todos os conflitos.

beijinho

Cândida said...

sabes, essas pessoas metem-me dó. a sério. são seres, esses sim, inferiores,

Marquês de Sade said...

Gostava de lá ter estado...
Tb eu deixo aqui o meu aplauso!

Manuela Fonseca said...

Não se consegue ler este mail sem que nos toque o coração pelo senhor negro e sem que nos sintamos revoltados pela "mulher" branca que, para mim, é um exemplo de vergonha da nossa cor!

Beijinhos Maria***

O Sibarita said...

OI Fia! kkkk

Ah se o mundo tivesse vários pilotos assim... kkkkkk

Infelizmente não é assim, o preconceito continua e muito!

bjs
O Sibarita

Lúcia said...

Esse delicioso texto deu lugar a sum spot , há anos, contra o racismo.
Beijinhos

VFS said...

"Se um homem não descobriu nada pelo qual morrer, não está pronto para viver."
Martin Luther King, Jr.

bettips said...

Não, o silêncio não é inocente!
Não conhecia, gostei.
***
Já agora, que venho de cima para te ler, Saramago é uma referência na sua humildade de grande senhor.
Certeiro, coerente.
Um orgulho muito nosso!
Bjinho