Monday, April 23, 2007

Memoria de um tempo


Diz-me amor como é que
consegues suportar este silêncio
esta ausência esta tortura que é
não falarmos durante tanto tempo
Será que o tempo é lenitivo até
para o amor, ou és tu que, de
tanto desamar, já estás
habituado e já nem dás por isso?
Mas eu sinto-te, apesar de ausente,
e posso cheirar-te e acariciar-te e
beijar-te e amar-te, se eu quiser
Fecho os olhos e tu estás aqui e
brincas comigo
Recuo no tempo e vejo-te,
menino ainda, a brincar na
rua à bola e ao pião.
Isto não é sonho:
é a memória de um tempo
que já passou, e de outro,
que eu sei que há-de vir.

50 comments:

Gi said...

São só maneiras diferentes de amar, mas todavia amor. A mulher mais romântica, mais sentimental, com maior necessidade de expressar os seus afectos, mesmo que já o tenha dito milhares de vezes... e isto porque nunca nos cansamos de ouvir dizer que nos amam e pensamos que dizê-lo sabe sempre bem ao outro também ...
Ainda ontem falei sobre o assunto. A vida é breve mas feita de momentos, o tempo das brincadeiras do pião, do 1º beijo, da 1º noite de amor! Vamos continuando a coleccioná-los paraque quando eles não falam :O) revivermos esses dias bons que já passámos. Recordar não é viver?!...

Beijinhos Maria. Ama muito, ama sempre, não há nada na vida melhor que o amor

Maria said...

É, Gi, recordar é viver. É reviver, tudo, outra vez.
Como nós quisermos.
A vida é feita de momentos, a felicidade é feita de momentos, o amor é também feito e vivido de momentos. Mas são esses momentos que nos enchem, que nos fazem respirar, que nos fazem sentir vivos...
O Amor é o "motor" da Vida...

Beijinhos de boa noite, Gi.
Dorme bem.

Leticia Gabian said...

Ai.... Maria, Maria!

Cadinho RoCo said...

Entre tempo e outro, os versos do agora.
Cadinho RoCo

Vanda Paz said...

Não existe ausência que mate um grande amor...
Lindo Maria..
Beijo

Moura said...

Grande a capacidade que o ser humano tem de acreditar sem ver e de sentir sem ser tocado.
O Amor continua bem no ar por esses lados.
No Sábado estive na ponta do Cabo Carvoeiro...e não se via a Berlenga...
Que aconteceu à Nau dos Corvos? Fechada e o acesso ao miradouro bloqueado?
Bjo

Luís said...

Maria só tens que esperar. Sim. Porque ele há-de vir.

Maria said...

Letícia

Amiga, bom dia!
Afinal estávamos acordadas à mesma hora, quem sabe pensando no quê...

Beijão grande

Maria said...

cadinho roco

O viver... agora...

Maria said...

vanda paz

Pois não, nem ausência nem distância....

Beijinhos

Maria said...

moura

A Nau dos Corvos foi a concurso para concessão no final do ano passado, provavelmente estará em obras...
Grandes são as capacidades do ser humano.... grandes....

Beijo

Maria said...

luís

É isso... um dia...

Luís Galego said...

Recuo no tempo e vejo-te,
menino ainda, a brincar na
rua à bola e ao pião.

hoje vou ser prosaico e pragmático: se ele não veio ainda é porque é parvo....quem resistiria a um monumento de palavras que é esta mulher????

Fiquei tocado com a menção, que vinda de ti mais parece um Oscar, Obrigado!!!

caminante said...

Eso mismo digo yo. Hace tiempo que no nos visitamos. Espero que reanudemos el caminar juntos.
Un fortísimo abrazo.

Meg said...

Maria, eu faço minhas as palavras do Luís Galego... se ele não veio ainda...
Um abraço

sonhadora said...

porque sonhar não custa...
beijinhos embrulhados em abraços

pitanga said...

"habituar a desamar" será?

beijos

O Pâncreas said...

Ora, por aqui passei e reconheço um texto bonito, magoado por algo, que me parece proximo...

voltarei a esta escrita de memorias....

R.

Maria said...

luís galego

Ele já veio... há muito...
Acho que a minha imaginação é muito fértil...
ou então... ou então...

Bom, o teu prémio é inteiramente merecido. Tens um dos blogs mais interessantes que eu conheço.

Maria said...

caminante

No nos visitamos pero aqui estamos, y el camino se hace caminando...

Um abrazo

Maria said...

meg

Nem tudo o que parece, é. Às vezes as palavras são transparentes, demonstram sentimentos, outras vezes a gente pode brincar com elas, não é?

Beijo

Maria said...

sonhadora

sonhar não custa, viver também não....

Beijos

Maria said...

pitanga

Pode ser uma defesa, não é?
São só palavras...

Beijinhos

Maria said...

o pâncreas

Acabei de conhecer o teu espaço. Também eu voltarei até lá....

Pirate said...

O tempo tudo cura e tudo relativiza?

Como dizia o Leo Ferré.: "avec le temps, tous s'en va..."

A.S. said...

Maria, um grande amor permanece para além do tempo! Amamos as recordações com a alma ao mesmo tempo femiz e dilacerada!
Mas não esqueças que quanto maior for o tempo de espera, mais intenso será o momento de reencontro!


Um terno beijo!

Sininho said...

Entre dois provérbios - "Quem espera desespera" ou "Quem espera sempre alcança", prefiro o último...

Beijinho

Maria Strüder said...

Lindo demais...

collybry said...

Quem espera sem desesperar, tudo alvançará...neste tempo sem tempo na memoria...Gostei muito, bjca e meu rasto_________

Unicus said...

Capturaste a memória..
Beijo

Maria said...

pirate

Ora viva!!!
Bom ver-te por aqui...
O tempo tudo ameniza, sim, mas aqui não é o caso...

.... o eterno Léo Férré.....

Maria said...

a.s.

Meu Poeta do Amor, como me consegues ler por dentro?

Um beijo ternurento

Maria said...

sininho

Já foi alcançado, amiga.... sem desespero nenhum...

Beijinhos

Maria said...

maria strüder

Muito obrigada...

Maria said...

collybry

Seguirei teu rasto até chegar a ti

Maria said...

unicus

Que ficou guardada...

Beijo

Luis Eme said...

Tens uma capacidade quase infinita de amar, Maria...

Vieste tirar retratos a este lado, fizeste bem...

Bia said...

Maria! sei do que falas...
A ausência deve ser de facto insuportável, mas as memórias do tempo que já passou de certeza que amaciam o teu coração.
Um beijo Grande direitinho ao teu coração de ouro.

Fernando Pinto said...

Também eu brinquei na
rua à bola e ao pião...

KA said...

Palavras deliciosas Maria!

volto a insistir na teoria do Livro...olha que tinha sucesso pois a tua capacidade de transmitir sentimentos é extraordinária.

Beijinho

sonhadora said...

de sonhos é feita a noite.
beijinhos embrulhados em abraços.

o alquimista said...

Manhã submersa de palavras
Lava ardente nevoeiro
Uma nuvem que ameaça
Transfomar-se em aguaceiro...


A magia da atlântida dança no sul da ilha, saudade,
Transforma azul hortência
Em diamante de luz, que em meu peito arde


Mágico beijo

Maria P. said...

Há sempre um sonho.

Beijinho Maria.

Maria said...

luis eme

Ainda me falta o quase... mas reconheço a verdade das tuas palavras.
Tirei fotos, sim, não tantas quantas queria, não consegui ir à Costa...
... um dia destes volto, para ir à Costa, ver o mar.

Maria said...

bia

Tem dias que a ausência está tão presente, mas tão presente, que quase lhe toco...

Beijinhos em TI.

Maria said...

fernando pinto

E quem não brincou à bola e ao pião?

Acho que ainda te vi um dia destes, ali ao fundo da rua... eras tu, não eras?

Maria said...

ka

Posso conseguir transmitir sentimentos, mas... e a qualidade? Onde está a qualidade para um livro?

Beijo

Maria said...

sonhadora

Também não tens remédio... hehehe

Abraço desembrulhado num beijo

Maria said...

o alquimista

:)

Beijo

Maria said...

maria p.

"... o sonho comanda a vida.."

Beijinhos, Maria