Wednesday, April 25, 2007

A segunda senha

Grândola

Grândola vila morena
Terra da fraternidade
O povo é quem mais ordena
Dentro de ti, ó cidade

... o poema lido aos microfones...

(Rádio Renascença)

20 comments:

Era uma vez um Girassol said...

Ah..se o povo ordenasse como outora...
Já uns tantos iam a banhos para sempre!!!!
Bom feriado...em liberdade!
Bjs

Maria said...

Olá Girassol

Decidi que avivava memórias... pode ser que algumas despertem...

O feriado é na Rua, em Liberdade!
Beijinhos, e um cravo vermelho para ti e para o pescador

Rosa dos Ventos said...

Já hoje a cantei do princípio ao fim!
Será sempre um dos símbolos desse dia espantoso!

sonhadora said...

Faz parte dos meus sonhos.
Beijinhos embrulhados em abraços

João JR said...

Sempre....!
Nota curta mas marcante, em destaque:)
Um bj gd p ti

Eufrázio Filipe said...

ABRIL - OBVIAMENTE.

SILENCIO said...

HOJE E SEMPRE : ABRIL
Bj

Bruno said...

um dia para não esquecer

Leticia Gabian said...

Maria, Maria!

Vou postar algo sobre o 25.
Beijo grande

Maria said...

rosa dos ventos

Será sim, sempre...
E amanhã voltaremos a cantá-la, descendo a Avenida...

Maria said...

sonhadora

Faz parte da minha realidade...

Maria said...

joão jr

É esse o objectivo...

Beijos

Maria said...

eufrázio filipe

E poderia ser qualquer outra coisa?

Um abraço

Maria said...

silencio

SEMPRE!

Maria said...

bruno

Para não esquecer NUNCA!!!

Cadinho RoCo said...

Agora quero estar em Grândola.
Cadinho RoCo

Maria said...

Querida Amiga

Tô esperando!!!

Beijão e até já...

Maria said...

cadinho roco

Estarás, em pensamento!!!

Gi said...

Beijos Maria. Somos daqueles que vivemos um momento marcante da nossa história. Uns privilegiados, é o que é !

Noite feliz

Maria said...

Gi

Somos privilegiados, sim.
Eu não sei o que daria para voltar a viver, tudo, TUDO!
O que eu vivi ninguém me tira!
E nem sonhas o que já li hoje por aqui, até tremo...
Já li que não temos Liberdade!!! Acreditas?

Acho que hoje nem me deito

Beijos com um cravo vermelho do teu tamanho