Wednesday, November 26, 2008

*


Hoje tenho apenas o mar. As ondas. A maresia.
E um céu negro que escondeu a lua. E te escondeu a ti.
Hoje não brilhas.
Soltam-se-me as palavras de dentro do peito.
Nas marés de ir e vir.
Vou procurar-te à beira mar.
Para te ter. Para te sentir. Para te sonhar...

48 comments:

salvoconduto said...

Um céu negro que também traz este frio de rachar e que dizem amanhã será pior, mas não me impedirá de aqui voltar, garanto-te.

Abreijos.

samuel said...

Avançar no escuro?! Haja coragem!...

SMA said...

E dará à costa???
Sempre em esperança
.
.
.
gosto desse luar
.
.
bjo doce

Eduardo Aleixo said...

É difícil a simplicidade. Mas é isso que me interessa.
O grande poema é como a natureza: simples.
Nós, é que somos complicados.
O teu poema é belo.
Beijinho redondo, dir-te-ia o teu amor, que bem mereces.
EA

Leticia Gabian said...

Lindo, Maroca!
Vai e fica à beira mar... Escuta o que te dizem as ondas!

Beijão, amiga-irmã

mfc said...

No mar sempre apaziguamos os nossos fantasmas.

Ana said...

Hoje emocionaste-me, Maria.

Beijinho

lisse said...

Olho o mar e ele traz-me a tua imagem vestida de prata e espuma.
A tua voz vem no canto das marés e diz ao meu ouvido - vem!...

abraço forte
(e o apetite... do chá)

bettips said...

Sinto-me assim, sombra de luz na água.
Bjinho

De Amor e de Terra said...

Quantas as esperas e as procuras na nossa vida, minha querida, quantas!...
Às escuras e/ou às claras, sempre doem, sempre alimentam o sonho e a esperança e sempre connosco escrevem poesia.
Muito bem, mesmo!
Beijos

Maria Mamede

hfm said...

O mar onde em cada onda batem as nossas memórias!

Lúcia said...

Foste ver, Maria? Que tenhas encontrado;)
Beijinhos

Teresa Durães said...

Mas existe sempre uma lua que reflecte nas águas e nos dá a esperança

Pedro Branco said...

Hoje... estou aqui. Dentro das tuas palavras. Em abraços nossos.

O Profeta said...

Sou palavra perdida no silêncio
Gerada no ventre do Mar
Grinalda de perdidos sonhos
O passado do verbo amar

Amei!
Voar na chegada de cada Primavera
Pintar de luz as cores do verão
Pisei o tapete das folhas de Outono
Acendi em cada inverno uma fogueira de paixão


Convido-te ao encontro com o meu “Eu”


Mágico beijo

Fernando Samuel said...

E à beira mar encontrarás quem procuras...


Um beijo grande.

Apenas eu said...

é no silêncio e na tranquilidade que nos ouvimos...
lindo.

beijos Maria
dqtgmet

Utopia das Palavras said...

Lindo...!

Procurando na beira mar...esse sonho!

beijo

dona tela said...

Venha conhecer os meus tios.

Muito obrigada pela atenção.

maresia_mar said...

Maria querida

falaste em maresia, aqui estou eu, a vida é feita de coincidências, ou não, e eu que tenho andado afastada, já tive supresas hoje... Um beijo grande minha amiga, com sabor a mar

C Valente said...

Hoje é mar e ondas,lindo
Saudações amigas

Adriana said...

Amiga ,esta vc veio com tudo!

Vieira Calado said...

Nada como a imensidão do mar.
Aí, pelo menos no sentido figurado, tudo é possível.
E a poesia acontece, como neste seu poema.

Bjs

Filoxera said...

Tenho memso de falar contigo, amiga...
Beijos salgados, da maresia que se passeou perto de imi, hoje.

Pico minha ilha said...

Mar, maresia tudo cabe no peito e no ir e vir vais encontrar, sentir e voltar a sonhar.Obrigada pela presença lá no aniversário de sentimentos.
As palavras são fortes mas mais forte é sentir mesmo o momento a presença...
Beijos Maria, obrigada

mundo azul said...

Há mesmo um encanto mágico no mar, que alivia as nossas dores...

Belo e sentido!


Beijos no coração e o meu sincero carinho...

poesianopopular said...

Maria
È pelo snho que lá chegaremos!
Bjo

tulipa said...

Maria
que lindas as tuas palavras!!!

Beijinhos.

pin gente said...

posso dizer o mesmo que tu? hoje...

abraço sentido

Ludo Rex said...

Sempre à beira mar... Kisses

Agulheta said...

Maria. O mar sempre nos trás algo,sejam as ondas ou simples desejos desejos,neste o ir e vir sempre ao mesmo lugar
Beijinho

mariam said...

Maria,
... e ter o Mar... já será ter tanto! disse-me um poeta, que o mar é Mulher, respondi-lhe que será o que quisermos que seja, naquele dia, também era Mulher para mim, estava precisada do seu do seu "colo"...

Voltei, sim, não por causa do desafio! rsrs mas, já que lá estava, e como nunca volto costas a nenhum desafio (desde que exequível)... :)

tive saudades, que coisa...

Maria, é bom lê-la, hoje só comento este belo post, no fim-de-semana lerei os infra, todinhos!

fique bem
um grande sorriso :)

mariam

Maçã com Canela said...

É sempre tão lindo o teu sentir...
Gosto tanto de te ler....
Beijos grandes

Só Eu said...

E é nesse mar que me encontro. Tão cheio de tudo e com tanta falta de de um abraço amigo.
Serão só mais uns dias e, depois, retomarei os meus "vivios" de boas leituras.
Beijinhos sonhados Maria.
Ricardo

Meg said...

E se tens o mar, esse mar que nos mostras com o luar reflectido...
que esperas se não gritares esse amor que trazes dentro de ti.
Sem meios termos, como sempre se faz do lado de cá.

Beijo

Oris said...

Procuramos...sempre, em qualquer lugar.
Lindo, Maria...

Beijitos

FERNANDA & POEMAS said...

Olá querida Maria, belo o teu poema... Adorei!!! Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Maria P. said...

E assim dizes tudo, e tanto...

Beijinho, Maria*

Maria said...

E o que disse ficou dito...
Obrigada por terem passado.

Beijos

Carla said...

Sigo os teus passos...até à beira mar!
beijos

Vera said...

Há sítios que nos tornam as memórias e os momentos reais Maria.
Algo triste... mas muito bonito!

Beijinhos

maria carvalhosa said...

Querida Maria,
Excelente fotografia. Palavras sentidas, a condizer. Tudo lindo!

Agora, a propósito do lançamento do livro de poemas do Alberto Pereira, encontrar-nos-emos lá, não é? Entretanto, precisava do teu endereço de mail com a maior brevidade possível. Podes entrar no meu aqui, no perfil, e deixar o teu... assim não precisa de ficar público. Conto com isso, está bem?

Beijos carinhosos e um abraço "dos nossos".

Fernando Pinto said...

O teu mar também é muito lindo!

Beijinhos

Claudia said...

Porque pelo menos o mar ainda nos permite tanta coisa. Até sonhar...Que é cada vez mais difícil.

Beijo com sabor a mar e sonho

joão marinheiro said...

Sempre o mar por dentro e por fora.
Foto belissima.
Abraço deste lado.

Chloé said...

Que sorte descobrir o teu blogue, gosto de te ler. E agora que sei o caminho, vou voltando.

Parapeito said...

...o céu negro escondeu a lua...mas ela está lá...

*****

O Sibarita said...

Oxente moça! kkkk Quem lhe disse que não brilho? kkkkkkkkk

Oi preste ateñçao nessa lua de desejos sob o céu da sua cabeça e sinta se ela não lhe diz nada, não lhe mostra Jauá? kkkkkkkkkkkkkkkkk

Bacana poesia de puro sentimento em desejos.

o Sibarita