Friday, September 11, 2009

Memória dos que tombaram pelo Chile...



... morrendo de corpo inteiro!



Manifiesto

Yo no canto por cantar
ni por tener buena voz,
canto porque la guitarra
tiene sentido y razón.

Tiene corazón de tierra
y alas de palomita,
es como el agua bendita
santigua glorias y penas.

Aquí se encajó mi canto
como dijera Violeta
guitarra trabajadora
con olor a primavera.

Que no es guitarra de ricos
ni cosa que se parezca
mi canto es de los andamios
para alcanzar las estrellas,
que el canto tiene sentido
cuando palpita en las venas
del que morirá cantando
las verdades verdaderas,
no las lisonjas fugaces
ni las famas extranjeras
sino el canto de una lonja
hasta el fondo de la tierra.

Ahí donde llega todo
y donde todo comienza
canto que ha sido valiente
siempre será canción nueva.

(Victor Jara)

23 comments:

Fernando Samuel said...

Foram não sei quantos mil...

Um beijo grande.

Carlos Albuquerque said...

Olá Maria,
Emocionou-me ver aqui Salvador Allende e Victor Jara, ambos assassinados pela barbárie de Pinochet.
Ouço com frequência Victor Jara quer a solo, quer quando cantava e tocava com os Quilapayún. Quantas vezes vou cantarolando no meu carro o "Canto Libre" de Victor Jara.
Obrigado

Sérgio Ribeiro said...

Obrigado, Maria, por o lembrares e nos convocares para a lembrança.
Por ti, soube que já estamos em 11 de Setembro, que amanhã será,

Um grande beijo

GR said...

36 anos depois, as lágrimas não secaram.

Bonita e justa homenagem.

Um gd bj,

GR

samuel said...

Lembramo-nos sempre, não é?
Vou publicar o meu às 18 horas, hora em que foi consumado oficialmente o golpe.
Bonito post!

Beijo.

salvoconduto said...

Ontem no Chile, hoje e amanhã num outro qualquer canto da América Latina.

Abreijos.

BlueVelvet said...

Também não esqueci.
É sempre bom lembrar, porque há quem tenha memória curta.
Beijinhos

A CONCORRÊNCIA said...

Lembrar ... lembrar sempre, para nunca esquecer ...

Beijos Maria

clic said...

Lembraste-me o 1º filme que vi no cinema... :)

(Não que a realidade se baste em filme...)

Arabica said...

Manifestadamente.

Abraço.

Justine said...

Para que nunca seja esquecido! Obrigada e abracinhos

Carlos Albuquerque said...

Tenho algo para si no meu blog. Passe por lá. Se o quiser aceitar leve-o.
Abraço

Carla said...

porque a memória merece espaço para que certas situações sejam para sempre lembradas
beijo

tulipa said...

Parabéns pelas excelentes homenagens aqui partilhadas.

Estive 5 dias isolada do mundo, num encontro espiritual comigo mesma, num monte alentejano e, por isso tenho que muito rapidamente divulgar a minha próxima exposição de fotografia.

Desta vez será no “Norte” a pedido de várias pessoas, em Fevereiro passado, quando foi a minha 1ª exposição individual aqui próximo de Lisboa, na margem sul.

Como gosto de desafios, houve “alguém” que me desafiou e disse que colaborava, nem pensei 2 vezes e decidi tratar do assunto em Abril passado.

Chegou Setembro e será a minha rentrée cultural.

Fica o convite para quem vive perto e noutros casos, em que a distância impossibilita a presença de tantos bloggers, fica a participação do evento.

Será muito próximo do Porto, em S. Mamede de Infesta.
Vou fazer hoje mesmo a divulgação no meu blog.

Beijos e abraços

Agulheta said...

Maria. É sempre bom recordar o que muitos tentam esconder,mas fica a memória de quem viveu a ditadura de Pinochet como aqui mostra o vídeo.
Beijinho bfs Lisa

mfc said...

Para que ninguém esqueça... passem os anos que passarem!

Violeta said...

Obrigada por nos lembrar aquilo que o tempo se esforça por apagar.
Um bj

Maria said...

Muito obrigada a todos que passaram aqui.
Bom fim-de-semana

Beijos

Vieira Calado said...

Grande homem, este Salvador Allende

barbaramente assassinado

pelos mesmos de sempre.

Beijinho

e Bom fim de semana.

Nocturna said...

É preciso não esquecer,este dramático acontecimento,organizado e pago pelos mesmos de sempre, que não querem que os povos avencem rumo a uma sociedade mais justa.
Os métodos hoje são diferentes, mas devemos todos estar alerta aos sinais daquilo que acontece nos nossos dias.
E reconfortante constatar, hoje ao percorrer os blogues que visito com frequência , que muitos tal como eu, se lembraram «deste outro 11 de Setembro» . Isto mostra que sei escolher os meus amigos .
Um grande e solidário abraço

elvira carvalho said...

Gostei.Excelente poste. Ontem encontrei vários blogues a lembrar o outro 11 de Setembro, e em todos eles deixei no meu comentário o 11 de Setembro do Chile. Que levou a uma ditadura sangrenta que fez milhares de mortos e outros tantos desaparecidos. Com o apoio de quem? Do governo americano.
Com todo o respeito que me merecem as inocentes vitimas das torres, a verdade é que este atentado eclipsou o outro 11 de Setembro, e desviou as atenções dos muitos atropelos do governo americano, não só no Chile, mas também no Vietname, e em outros países.
Se fosse por encomenda, não serviria melhor os interesses americanos.
Um abraço e bom fim de semana

Joao P. said...

Maria:

Estava aqui a escrever e reparei que a Elvira disse exactamente o que eu pensava.

Esta duplicidade de critérios de grande parte dos políticos deixa-me louco.

Obrigado por nos lembrares o 11 de Setembro do Chile

Beijo

João

Clotilde S. said...

Maria,

A vida torna-nos esquecidos ou cegos, sei lá!

Obrigada por nos abrires os olhos.

Beijinhos e bom domingo,

Clo