Saturday, September 26, 2009

Um mar de gente


Tantas vezes te beijei em cada beijo que não dei.
Tantas vezes te abracei em cada abraço que não dei.
Mas senti-te tão perto, tão perto que ouvi a tua voz cantar num coro grande de gente. Os pés assentes na (e cheios de) terra. E o cheiro a relva húmida, ou ao calor que fazia. E outros cheiros, e todas as cores. E a tua voz abraçava-me e cantava, por entre um mar de gente...


6.Setembro.2009

18 comments:

poesianopopular said...

...era um conforto saudável,
uma sensação esfuziante
Numa atmosfera só explicavel,
por quem assiste à FESTA DO ÀVANTE!
Um beijo e um saudoso abraço!

Mar Arável said...

Muito belo

amigona avó e a neta princesa said...

Ui que arrepio!...beijo querida Maria...

Filoxera said...

Fazes-me estremecer no interior, acreditas?
Um beijo.

elvira carvalho said...

Um texto maravilhoso.
Um abraço

DE-PROPOSITO said...

E o cheiro a relva húmida,
----------
A magia da natureza.
---------
Fica bem.
E a felicidade por aí.
Manuel

Leticia Gabian said...

São momentos assim, Maroca, que nos fazem ver que "a vida é bonita, é bonita e é bonita...", como já sabia o nosso saudoso Gonzaguinha.

Beijo imenso, AICeT

mfc said...

O texto lindo e forte.
O texto que era preciso.

Anonymous said...

Palavras belas, sensíveis e generosas.

Obrigada

Muitos te lembraram na sexta-feira, na cidade mais alta.

Campaniça

viajantes said...

o texto é lindo onde (nos) revemos (na) festa!
obrigada

Apenas eu said...

lindo este texto Maria. :)

beijos e bom fim de semana.

Maria said...

viajantes

Não me é possível comentar o teu blogue com o tipo de caixa de comentários que tens.
Andei por lá, bem tentei, mas mais uma vez confirmei que aquelas caixas não gostam de mim...

Obrigada pelas visitas, que não poderei retribuir...

Carminda Pinho said...

Que todos os beijos, todos os abraços, todos os cheiros, todos os mares...sejam de LIBERDADE.
Beijos e abraços, Maria.

Maria said...

Muito obrigada a todos que passaram aqui.

Beijos

Baila sem peso said...

Um colorido afago, um cheiro a flor, uma voz de fulgor...
E cantam e sentem...entoas, com todo o teu ardor!

Beijo enternecedor!

Fernando Samuel said...

Aquele mar de gente transporta o futuro...

Um beijo grande.

Parapeito said...

:)) momentos que ficam agarrados na alma...
Dias cheios de brisas mansas****

fj said...

num mar de gente aquela senhora ali ( a d'azul) deve ter ficado muito satisfeita por correr mundo através da blogosfera.
:)
bjs Maria