Thursday, April 23, 2009

Comemorar Abril com José Gomes Ferreira

ACORDAI

Acordai
acordai
homens que dormis
a embalar a dor
dos silêncios vis
vinde no clamor
das almas viris
arrancar a flor
que dorme na raíz

Acordai
acordai
raios e tufões
que dormis no ar
e nas multidões
vinde incendiar
de astros e canções
as pedras do mar
o mundo e os corações

Acordai
acendei
de almas e de sóis
este mar sem cais
nem luz de faróis
e acordai depois
das lutas finais
os nossos heróis
que dormem nos covais
Acordai!

(José Gomes Ferreira)

33 comments:

pin gente said...

acordada ando eu, e muito!

gosto deste acordar.
confesso que agora queria ir dormir!


beijo

Delfim Peixoto said...

Ah... o Eterno... que me perdoem os anteriores, mas este é, para mim, especial!
E o poema muito bem escolhido, como sempre, por ti!
Bjnhs

Joao P. said...

Maria:
Pode parecer inacreditável mas nunca tinha lido o texto assim!

Só o conhecia do Lopes Graça e cantado em Coro que é belo.

Mas lido e saboreado, não sei não...

Obrigado.já tinha andado à procura dele

Beijo

João

Oris said...

Gosto de o ouvir....cantado!!!

Ainda sinto o arrepio.

É tempo de acordar...

Beijitos, Maria.

Agulheta said...

Maria. Conheço alguns poemas de josé gomes Ferreira,este não,mas que é forte e nos convida a acordar é verdade.
Beijinho

Agradeço o cravo,montes deles para ti.

O Puma said...

Tens razão Maria

é preciso não cruzar os braços

samuel said...

Grande canção, que vai abrir o espectáculo de dia 25, aqui... pelo Coral de São Domingos. Depois, as restantes 20 cantigas, são por minha conta e mais alguns convidados.

Abreijos

Carminda Pinho said...

E quantos ainda não acordaram, Maria?!
Muitos, digo eu. Existem sempre aqueles que só acordam, quando lhes invadem no seu "quintalzinho..."

Beijos, Maria.

BlueVelvet said...

Aqui vive-se Abril.
E é bom, porque andam quase todos a dormir.
Beijinhos

Emigrante said...

Olá Maria
Este é o mês dos meses para nós.
E este poema é mais um exemplo de que não podemos, tal como a "Blue" diz, adormecer.
Bjs

Teresa

Ana said...

Para comemorar Abril, que se unam todos os poetas.
As palavras fortes de José Gomes Ferreira num imenso grito.
Um beijo, Maria.

clic said...

Mais uma pérola!... :)

A CONCORRÊNCIA said...

Pois que acordem todos, há por aí gente de mais adormecida ...

Beijo Maria

utopia das palavras said...

Jose Gomes Ferreira também...nos faz sentir Abril!
Acordai...para a luta!

Um beijo

Teresa Durães said...

gosto bastante de José Gomes Ferreira principalmente da prosa

Ana Patudos said...

Tantas vezes cantei este poema com música do grande maestro Lopes Graça, sublime, até nos sentimos arrepiados.

beijos com cravos vermelhos para ti amiga
Ana Paula

Maria P. said...

Mais uma excelente escolha.

Beijinho, minha Maria*

Baila sem peso said...

Acordar eu acordei
levantar-me mais difícil
anda por aqui maleita
que não me deixa andar direita
(direita? eu disse isso...
xii, logo se vê o tamanho do enguiço :) )

Ah, mas não leva a melhor
pois vou andando até de rastos
afastando todos os embaraços
porque é preciso acreditar
e a palavra continuar
com Abril a gritar!!!

Obrigada pela poesia
que fazes por aqui dançar!
Beijinhos

Pico minha ilha said...

Mais um poeta que faz lembrar Abril, é bom lembrar sempre e nunca esquecer.Beijo Maria

cristal said...

Beijos, Maria, e nunca te esqueças de nos fazer acordar... a todos!

Meg said...

Maria,

José Gomes Ferreira e depois Lopes Graça fizeram acordar muita gente com este belíssimo e heróico poema.
Bem a propósito, Maria.

Beijo

Sunshine said...

Tão actual!!!
É urgente acordar!

Tenho uns miminhos no meu espaço para ti.
beijinhos com raios de sol

Rosa dos Ventos said...

Este poema foi musicado por Fernando Lopes Graça e é uma das Canções Heróicas que o meu coro vai cantar no dia 26, no Encontro de Coros do Ribatejo, em Ourém.
Quando a canto fico com lágrimas nos olhos...

Abraço

Mar Arável said...

Cada vez mais é preciso

dormir

com os olhos abertos

PreDatado said...

E não deveriamos acordar de novo? Está na hora de se ouvir o clamor.

SILÊNCIO CULPADO said...

Maria

É aconselhável que acordemos ou que, pelo menos, não nos deixemos dormir.
Os tempos que correm exigem vigilância.

Abraço

elvira carvalho said...

E bem precisamos acordar amiga, que o Abril que sonhamos, ficou lá para trás, tão longe, que já é difícil, imaginá-lo, quanto mais vê-lo.
Um abraço

Clotilde S. said...

Um belo poema que deu uma bela canção. Curiosamente o primeiro livro de poesia contemporânea que comprei foi justamente o Poesia III do José Gomes Ferreira.

"Dia de chuva na cidade
triste como não haver liberdade" (...)

Beijo grande, Maria

Maria said...

Obrigada por terem passado aqui.
Beijos a todos.

Arabica said...

:) Acordar é preciso.


Desculpa passar fora de prazo :))

(coo se isso fosse possível, rss)

mariam said...

____ FANTÁSTICO!_______ .Maria.

um abraço
mariam

Fernando Samuel said...

Para comemorar Abril nada melhor do que a Poesia de Abril...


Um beijo grande.

samarcanda said...

Vamos cumprir Abril, SEMPRE!
Beijos e até amanhã.