Friday, November 10, 2006

A cova do sonho

Porque quero mesmo partilhar esta beleza, aqui vai:


e agora vista mais de perto

14 comments:

Anonymous said...

e mesmo um sonho de Cova!

Lindas fotos.

beijinhos

soslayo said...

Maria:

São os efeitos da erosão ou dos vulcões, sempre lindas de apreciar e muito mais quando é do mar. Mar bem azulzinho. Parece-me que conheço!!! Um beijinho.

pensamentos_vagabundos said...

muito lindo:)
beijo vagabundo

A Cor do Mar said...

A prainha pequenininha da ilha pequenina - Berlenga :)) que lindo cantinho... as coisas que tu descobres Maria ;)
Beijoca*

Caraças agora o beta blog nao me deixa comentar com a minha "Cor do Mar" aiaiai

Anonymous said...

Oi Maria já acertei com a coisa lolol
Nao sei se ja te tinha respondido a tua pergunta num comentario no meu blog: Sou capricornio, coim ascendente em Carneiro ...
Que axas?
bj*

pedro said...

Conheço isto de qualquer lado...
Agora, se a cova é do Sonho, do Som, ou do Sono, não importa muito.
Eram caturrices do Ti João.
Ai,ai, a falta que ele faz...
Beijão.
Pedro

Maria said...

Cor do mar
Isso é que foi noitada...
Eu desliguei o iMac às 4.30AM e vou impôr-me essa regra. Não é possível continuar, às vezes, até às 6.00. Vou reduzindo dia após dia até chegar às 2.00AM - o meu objectivo.
Capricórnio - signo forte.
Esta praia não é a praia da Ilha, é apenas um pedaço de areia ao fundo da cova do sono.
A praia está numa foto mais abaixo, num post de 6 de Novembro.
Beijo

AS said...

Isto parece irreal!...
Quanta beleza!!!

Um beijo...

Maria said...

Frog
Isto é verdadeiro! e é lindo!
Tem uma boa noite

Um beijo

O Sibarita said...

Olá Maria! O mar sempre o mar!

Belas fotos que nos fazem ficar leves espiritualmente, além, que são poemas, poemas marulhando aos nossos ouvidos...

Obrigado pelas palavras no nosso
blogue, volte sempre...

abraços,
O Sibarita

Pedro said...

Perante o entusiasmo dos comentários, da próxima vez que for à ilha vou tirar uma foto de dentro para fora, naquela prespectiva que tu bem conheces mas, com que a generalidade das pessoas se espanta. Se não for em breve, digitalizo uma das fotos mais antigas. Afinal a imagem não mudou nada nos últimos anos. Só varia com as estações do ano e isso tem a haver com a fauna e o coberto vegetal, o que, neste caso, até não é assim tão notório.
"Tás a ver a catedral"?
"Tás não tás"?
Beijão
Pedro

Maria said...

Pedro
Es também estou a digitalizar as fotos das folas, da construção do cais, do berlenga na rendição, etc. para poder postar e explicar.
Vai ser um festival de fotos da ilha...
Para o ano vai lá muito mais pessoal, que já anda entusiasmado..
Obrigada pelos posts
Bom domingo
Beijo

joão marinheiro said...

Conheci o Ti João, gostava de comer da caldeirada que fazia na sua casa, logo no inicio do bairro se a memória não me falha, são quase quarenta anos de distância. Tinha um barquito onde eu me regalava a acelerar o velhinho seagull na volta pelas furnas...
Existia uma fonte de água doce na gruta da foto antigamente agora já nem sei...
As coisas que uma foto nos faz recordar....

Maria said...

Penso que estás a confundir a fonte de água doce...
A água doce é na praia, depois da Gruta do Espanhol, pelo menos a que eu me lembro.
Pois, o Ti João e a Ti Maria iam à praia, à noite, pedir-nos para não fazermos barulho...
E queria a praia limpa no dia seguinte...