Sunday, November 12, 2006

Desapego

Eu desapego-me de todos os
bens materiais, porque só são meus
enquanto eu os puder utilizar
Mas não me quero desapegar
das minhas memórias,
das minhas tristezas,
das minhas alegrias,
dos meus amores,
dos meus amigos,
Porque esses, todos esses,
são a razão da minha existência!

Para o António Rosa

10 comments:

Anonymous said...

Maria

Agradecido pela dedicatória. É a primeira vez que me dedicam um texto.

Um beijinho,

António

poetaeusou said...

APEGO ÁS MINHAS RAIZES.
Eu tenho o mar.
Á minha frente, Lindo, é só Meu !!!
Mistura-se com o Céu, Fusão Sublime. Azul, Anil, Celeste. Oirado do Sol.
Neptuno dorme. A, Procela estranha.
Que venham todos os Rios !!!
E o Alcoa, dos Monges de Cister.
Não Ficará Só. Que venham todos de mãos dadas!
Nilo, Ramsés, Ramsés.
Danúbio, Sissi a Imperatriz.
Amazonas, Pantanal !!!.
Mississipi, do Bush ...???
Volga, Barqueiros
Sado Azul. Golfinhos, Figueirinha.
Tagus... E o Tejo é Sempre Novo.
poetaeusou(felizcomovirtualismodanet)

wicky said...

pois eu nao me desapego do amor pela Natureza. Cultivo-o!

mares-e-maresias said...

Finalmente consegui ! Obrigada Maria pelo teu empenho e dedicação, pelo que me ensinaste ontem mas tive de alterar o nome do blog.De outra maneira, não conseguia.
Beijinhos e bom domingo.

farinho said...

Eu sou como a Maria, tambem me apego muito, por isso quando me magoam eu fico muito em baixo.

Beijocas.

poetaeusou said...

Maria a Pitanga está com problemas.
Vê se a podes ajudar.
Obrg.
poetaeusou

Isa&Luis said...

Olá,

vim ao teu cantinho atraves da cor do mar.

Passei pelas tuas veredas gosstei muito.

Bonito poema uma torrente de sentimentos e emoções.

Bom domingo

Beijo meu

Isa

AS said...

Entendo bem o fascínio do mar! Também o sinto como um eterno enigma...

As memórias, as tristesas, as alegrias, os amores, os amigos, são a seiva que nos alimenta, a força invisivel que nos orienta como orienta as gaivotas num dia de tempestade...


Um beijo...

Maria said...

isa&luis
Obrigada pela vossa visita. A porta está sempre aberta a amigos dos amigos.

frog
Obrigada por todos os teus comentários, sempre tão agradáveis, intensos, profundos...

Um beijo

Besnico di Roma said...

Bonito sentimento, bonito poema.
Um beijinho