Saturday, November 11, 2006

O cio da terra

Debulhar o trigo
Recolher cada bago do trigo
Forjar no trigo o milagre do pão
E se fartar de pão
Decepar a cana
Recolher a garapa da cana
Roubar da cana a doçura do mel
Se lambuzar de mel
Afagar a terra
Conhecer os desejos da terra
Cio da terra, a propícia estação
E fecundar o chão

Milton Nascimento
Chico Buarque/1977

Para a cor do mar
(ela sabe porquê)

20 comments:

sentidos said...

Olá Maria!!
Venho agradecer a tua terna visita no meu canto, és bem-vinda. Gostei das tuas palavras..."bocas de mar que afagam o gozo da terra em cio"...

Um bj sentido

Eu said...

obrigada pela visita, gostei do teu blog... vou voltar mais vezes...
bom fim de semana

Nani said...

Maria...

Obrigada pela tua visita no meu "momento"...

Espero que voltes mais vezes...

Eu voltarei de certeza... Fantástico blog...

Que bonitas fotos... ou não fossem de mar...

Gostei do facto de teres dedicado algumas palavras à a cor do mar... Sabes, por vezes também dedico post a uma amiga muito especial... e é bom saber que mesmo às vezes estando distante a posso acaricia-la nos momento tão dificeis que a vida lhe tem dado...

Abraço de mar...

Nani

farinho said...

O cio da terra, nunca tinha ouvido tal coisa, mas faz muito sentido.

Beijocas.

AS said...

Um bonito poema!...
Doçura e fertilidade...


Um beijo Maria!

mar-e-maresia said...

Maria

Não sei o que se passa mas não consigo abrir o blog para comentários.Já vi as definições, estão todas correctas mas os comentários não abrem.Continuarei a tentar.
Beijinhos

p.s. Agradeço as tuas palavras.

Anonymous said...

Lololol, e o cio deu abóboras, para fazer doces dificeis - mas saiu bem docinho, de uma cor espetacular, e come-se muito bem. Ja o pao :((( - mas Maria, eu vou postar as fotos de ambos os cozinhados, e depois diz-me o que achas.
Beijinhos té logo*

Artur Moura Queirós said...

Bonito texto - se nos queremos lambuzar com a vida, temos de conhecer os seus desejos, o seu tempo e por fim fecundá-la...:)

Maria said...

mar-e-maresia
se vieres aqui diz-me se estás disponível para uma noite de "insónia" a tentar resolver a questão dos comentários.
Em alternativa, dá-me o teu msn para ligar e falarmos passo a passo.
Se quiseres, claro.

canela_e_jasmim said...

Magnífico! Aplaudo de pé!

beijinhos grandes

greentea said...

lindo , soube-me bem

estou a trabalharmas gosto de ouvir musica ao mesmo tempo

tem uma boa noite

mar-e-maresia said...

Maria

Continuo sem poder abrir comentários.Envia-me mail para te colocar as dúvidas. Tenho o email no perfil.
Beijinhos e obrigada pela tua disponibilidade.

poetaeusou said...

Fiquei "apanhado" pelo Blog.
Tem o odor, da minha terra.
A maresia, o iodo, o salitre.
A minha oferta, com amor Nazareno.

GAIVOTAS NA TERRA E MAR.
As minhas Gaivotas são belas.
São minhas porque as defendo.
Fiz-lhes afagos, dei-lhes mimos.
As Gaivotas do meu imaginário.
Regredindo á minha meninice.
Permitindo que quase as tocasse.
Que as sentisse.
A Gaivota é amiga do ambiente.
Limpa a praia a minha praia.
Limpa o mar, o nosso Mar.
Enriquece o visual, é Bela.
Meus amigos …
E aquele Hino á Alegria !.
Em bailados esvoaçantes.
Emitindo toques sonantes.
De perfeita Sinfonia.
Como a Gaivota do AlexandreO’Neill !.
“Se uma gaivota viesse.
Trazer - me o Céu de Lisboa”
Ou a Gaivota “ do 25 ”
“Como ela somos livres”.
Embora liberdade não exista,tudo é condicionado. Sofro muito ao vê - las ás centenas a procurar alimento. Nas lixeiras, a que chamam Aterros Sanitários.
Mas nos dias das fartas pescas.
É velas voando lestas.
Anunciando a toda a Nazaré.
Hoje á fartura, nos Lares, hoje á Sardinha.
E o pescador, sorri, e pensa “nela”, a sua Rainha Poetaeusou (hojepopularucho)

Maria said...

mar-e-maresia
vou já ver e entrar em contacto contigo

Maria said...

mar-e-maresia
estou online no msn
vai lá

Maria said...

poetaeusou
Fiquei muito sensibilizada com o teu post.
És mesmo da praia?
E vives na praia?
A norte ou a sul?
Obrigada pelas gaivotas imaginárias que recebi mesmo agora. Consigo ouvir o pipilar delas.
Tem uma boa noite

Maria said...

poetaeusou
Sou mesmo muito distraída, porque no teu jardim deve haver tanto girassol, mas tanto girassol, que só a lucidez desta madrugada me deu clik...
Tem um bom domingo, já que o meu vai ser curtinho...

poetaeusou said...

Miga. Conheces a Praia ?
E o Sitio ? e a Pederneira ?
O ès mesmo da Praia, tem que ser alguem da Praia !!!
Vivo na Praia, Norte, Junto ao Elevador.
Para ti:
Oh Nazaré.
Que linda És.
E o Mar.
Bate aos teus Pés.
São noivos por Natureza.
la la la la
Aceita o Sol, Luz e Côr
da Nazaré.
poetaeusou(emcasa)

Maria said...

poetaeusou
E já agora uma onda a banhar-me os pés, daqui a poucas horas, vendo a pedra do guelhim...
Da Nazaré aceito tudo, até os carapaus enjoados...
Porque a Nazaré dá-me quase tudo, dá-me ar para respirar!
Tem um bom domingo

poetaeusou said...

Á "mêma pra ti"
Maria a Pitanga está com problemas.
Vê se a podes ajudar.
Obrg.
poetaeusou