Friday, May 04, 2007

A caixinha


É bom saber-te deitado a esta
mesma hora, e saber que estás
a pensar no mesmo que eu
É bom sentir-te aqui a meu
lado, onde o teu vazio me enche
do teu cheiro e da tua presença
É bom amar-te desta maneira única
que só nós sabemos porque a
imaginamos igual a outras vezes
Quase te toco e estás tão longe
e eu fecho os olhos e estás mesmo
aqui a sorrir-me, em cima
da mesa, e atiras-me um
beijo que eu agarro e guardo
na caixinha onde te escondo.

46 comments:

Bia said...

Maria ao ler-te entendo-me melhor, admiro mesmo muito a tua forma tão simples e complexa ao mesmo tempo de dizer o obvio! ai como te entendo! adorei a caixinha...
és uma artista!
Um beijo
A. TU

Maria said...

bia

Às vezes as caixinhas servem para alguma coisa... (hehehe). Hei-de contar as caixinhas que tenho e dizer-te quantas são...

Beijos.
G.-TE

david santos said...

Boa conjugação: foto, texto. Parabéns.
Bom fim-de-semana

a.castro said...

Mais um beijo para esconder na caixinha!... :-)

sonhadora said...

Os ventos e as marés não dormem esta noite.
Beijinhos embrulhados em abraços

Claudia said...

É...o amor tem destas coisas!!!

Beijo enorme para ti!

Eufrázio Filipe said...

Abre as tuas caixinhas sopra nas palavras liberta as cinzas no mar -
o amor sabe nadar

dulce said...

Às vezes quando te leio, penso que me estás a ler por dentro.
BEijos

Luís Galego said...

É bom amar-te desta maneira única

deliciosa a forma única de amar alguêm...

Cadinho RoCo said...

Bela imagem a da caixinha esconderijo.
Cadinho RoCo

joão marinheiro said...

Fico parado na imagem.
A imaginar a gruta azul azul mesmo.
E conchas em forma de beijos que por vezes trago nas mãos fechadas...

bom dia isabel said...

Releio alguns dos teus poemas e saio deliciada. As palavras fluem perpassadas de beleza e sentimento.
Beijinhos, amiga.
Bom fim de semana

Sininho said...

Quem tem imaginação, guarda as suas caixinhas mágicas onde cabem segredos infinitos, emoções guardadas, alegrias e tristezas.
A chave é só uma e não se empresta...

Beijinho e bom fim de semana.

Luis Eme said...

Que foto espectacular para meteres na tampa da caixinha, Maria...

Sei que existes said...

O amor é algo fantástico!
O foto está mt bonita.
Beijocas

Gi said...

Essas caixinhas são preciosas Maria, guarda bem a chave junto ao teu coração. Abre-a quando te sentires só e goza a eternidade desses beijos. Deixa-se de abraçar uma ausência, ela ganha forma.

Abri agora a minha caixinha e tirei de lá um beijinho que te envio. Também é um beijo do passado, com cheirinho a maresia do tempo em que, menina, corria na praia atrás das gaivotas.

beijinhos

poetaeusou said...

Sempre temos uma caixinha onde guardamos nossos tesouros
jinhos

Maria said...

david santos

Obrigada
Bom fim de semana para ti também

Maria said...

a. castro

Obrigada... ;-)

Maria said...

sonhadora

Espero que os ventos e as marés nunca adormeçam...

Um abraço "desembrulhado"

Maria said...

claudia

Pois tem...

Um beijo sincero

Maria said...

eufrázio filipe

É o que estou a tentar fazer...

Um abraço

Maria said...

dulce

Percebo-te. Já te tinha dito, no teu blog, que sentia as tuas palavras como se fossem minhas...

Beijos

Maria said...

luís galego

Acho que é, sim... deliciosa...

Maria said...

cadinho roco

Todos nós temos caixinhas, podemos é chamá-las com outro nome...

Maria said...

joão marinheiro

Já viste como o mar está raso? Tínhamos estado na gruta azul, sim...
Abre as tuas mãos e solta esses beijos conchas, se conseguires...
Um abraço (quase berlengueiro)

Maria said...

bom dia isabel

Acho que escrevo mesmo o que sinto...
Bom fim de semana
Beijo grande, Amiga

Maria said...

sininho

A chave está muito bem guardada...

Beijinhos

Maria said...

luis eme

Era um passeio que podias dar, ir à ilha...
Afinal sempre a viste distante, na Foz...

Maria said...

sei que existes

É mesmo...
Bom fim de semana

Maria said...

gi

Está bem guardada, a chave. E a caixinha também.
O teu beijo chegou-me, numa gaivota, que ficou ali na foto, com cheiro a maresia...

Beijos

Maria said...

poetaeusou

Tens toda a razão. Às vezes temos é caixinhas muito grandes, porque os tesouros são também grandes...

Bjinhos

cacharel said...

O amor... tu... e este cantinho maravilhoso! Ainda que de fugida, eu não posso deixar de passar por cá... fazes-me falta, os teus poemas, as tuas palavras "aquecem" o meu espírito... :))

Tu mereces estas nomeações... e muito mais!

Beijinhos e bom fim de semana**

ATÉ VER .... said...

Amiga!

Um dia,talvez regresse ao lar de onde, inesperadamente, tive de partir.
Como dizia Zeca Afonso: " qualquer dia! Qualquer dia!" talvez...
Por aqui, irei passando em silêncio... e,algumas vezes, deixar-te-ei palavras. O harém, para mim, chegou ao fim. E não fui eu quem fez a correcção da palavra.
Nunca o faria!
Beijinhos

Helena Nunes said...

Empresta-me a tua caixinha, para que eu possa guardar, o que já esqueci.
Agora, ao ler-te, revivi.
Bjos

Maria said...

cacharel

És uma querida...
Bom fim de semana
Beijinhos

Maria said...

até ver ....

Inesperada mesmo, a tua mudança..
O harém era uma tertúlia gira, que terá "beliscado" alguém...
Eu sei que não foste tu a corrigir a palavra, e sei que nunca o farias.
Mas a vida dá voltas, e às vezes as coisas acabam da pior maneira. Tenho pena.
Não deixes de passar por aqui. Não quero perder o contacto contigo. E volta ao teu sítio logo que possas...

Beijinhos

Maria said...

helena nunes

Desculpa se te fiz reviver algo menos agradável...

Beijos

collybry said...

Caixinha esa onde tudo se guarda,bjca doce,

Leticia Gabian said...

Maria, Maria!
A caixinha é onde guardamos o que nos é mais precioso.
Como te entendo, querida amiga!
Beijo enorme

Luis Eme said...

Já estive várias vezes na Berlenga... até escrevi sobre a ilha logo nos primórdios das "Viagens"...
não arranjei foi uma fotografia com a beleza desta e de outras que nos tens oferecido.

Cleopatra said...

É como se o tivesse escrito.
É bom escrever assim e fazer sentir quem lê.

Maria said...

collybry

:)

Maria said...

Letícia

Às vezes a caixa tem de ser grande, pra guardar um quase oceano, não é não?

Beijão grande, Amiga

Maria said...

luis eme

As melhores fotos da ilha são em Maio/Junho e Setembro, quando há menos gente na ilha.
Se conseguisses ir lá agora, sacavas fotos com a ilha cheia de flores e as gaivotas a nidificarem..

Maria said...

cleopatra

Muito obrigada...