Wednesday, May 02, 2007

O FUTURO


Isto vai meus amigos isto vai
um passo atrás são sempre dois em frente
e um povo verdadeiro não se trai
não quer gente mais gente que outra gente

Isto vai meus amigos isto vai
o que é preciso é ter sempre presente
que o presente é um tempo que se vai
e o futuro é o tempo resistente.

Depois da tempestade há a bonança
que é verde como a cor que tem a esperança
quando a água de Abril sobre nós cai

O que é preciso é termos confiança
se fizermos de Maio a nossa lança
isto vai meus amigos isto vai.

(Ary dos Santos)
(O sangue das palavras)

20 comments:

Maria said...

As fotografias deste post e do post anterior (com outro poema do Ary) são do Primeiro 1º de Maio...

Porque, 33 anos depois, a luta continua....
... e cada vez mais necessária...

Luis Eme said...

Como eu gostava que o Ary tivesse razão, Maria...

Como dizes muito bem, a luta continua!

Maria P. said...

A esperança não se pode perder!

Beijinho*

Farinho said...

Bonito poema de Ary dos Santos.

Que continuemos a lutar pela liberdade...

Beijoquinhas doces

Gi said...

Isto vai... isto vai ...
às vezes penso se não andamos à espera há tempo demais! isto vai ... isto vai ... um dia, não sei bem quando, há-de ir! Não sei é se cai ... isto vai ...isto vai!

Beijos Maria.

bom dia isabel said...

Vamos todos fazer de Maio, a nossa lança. Eu creio que isto vai! Tem mesmo de ir!
Beijinhos

Mié said...

Isto vai???? Para onde?????

Tenho a mania de não ser tão optimista

O poema é lindo...

Gostei de passar por cá.

Moura ao Luar said...

Beijo :-)

Zé Gomes said...

Vim cá avisar que comprei um "oceano", com nuvens...

Sininho said...

Vejo que continuas "inflamada"!!!
Cuidado com estas chuvadas...

Beijinho

david santos said...

Obrigado pelo trabalho que aqui acabas de postar. Muito obrigado. Parabéns.

XRéis said...

A esperança é sempre a Ultima que morre.
Gostei do poema, e acredito que isto vai meus amigos...
Obrigado pela visita ao Alentejo, aquela àgua é mesmo o Alqueva, um lindo lago neste sequeiro plantado, que os Alentejanos tantos anos esperaram, agora falta saber se conseguimos fazer com que ele seja rentável...

A.S. said...

Sabes... apetece-me voltar a dizer - O Povo Unido Jamais será Vencido!!!


Um beijo!

Angela said...

Não basta ter esperança, é preciso de facto lutar.

Bonito este poema que escolheste de Ary dos Santos.

Um grande beijinho para ti.

Entre linhas... said...

Miga se continuares a teres dificuldade em comentar,se quizeres envia por email que eu dpois faço copy paste.

Bjs Zita

Vera Carvalho said...

A esperança é cor da nossa bandeira...
Gostei de te visitar, de respirar também a brisa do mar.
Se o mar te chama, encontraremo-nos mais vezes:).
Um abraço.

said...

Por vezes fico a recordar o sentir de há 33 anos em pleno Largo do Carmo.
E a dúvida acabaria por ganhar força, horas depois ali bem perto na Rua António Maria Cardoso.
Hoje após tantos anos, da esperança pouco resta.
Vamos vivendo a liberdade que nos consentem…

Maria said...

Muito obrigada a todos quantos passaram por aqui, e recordaram comigo o poeta Ary dos Santos, num dos seus mais famosos poemas de Luta!

Leonor said...

Não sei se isto vai, embora gostasse que fosse. ainda há tanta coisa para ir... mas gostei muito do poema do ary dos santos e da esperança que trás.
Foi bom passar aqui

BLOG DE MARIO LUIZ DE MELLO said...

Seu blog e seus pensamentos são interessantes. Acho que esta foto é da revolução dos cravos - muito boa, porém, como sou do brasil não tenho certeza.

Parabens e visite-me!

Mario
Brasil