Thursday, May 10, 2007

"Meme"

A Brisa de Palavras passou-me um "Meme"(*) para depois o passar a outros. No final do post deixo indicação de 6 blogues que lhe deverão dar seguimento, lançando o desafio a outros tantos.

(*) Um "meme" é um "gen ou gene cultural" que envolve algum conhecimento que passas a outros contemporâneos ou a teus descendentes. Os memes podem ser ideias ou partes de ideias, línguas, sons, desenhos, capacidades, valores estéticos e morais, ou qualquer outra coisa que possa ser aprendida facilmente e transmitida enquanto unidade autónoma. Simplificando: é um comentário, uma frase, uma ideia que rapidamente é propagada pela Web, usualmente por meio de blogues. O neologismo "memes" foi criado por Richard Dawkins dada a sua semelhança fonética com o termo "genes".

“Privatizaram a tua vida, o teu trabalho, a tua hora de amar e o teu direito de pensar. É da empresa privada o teu passo em frente, o teu pão e o teu salário. E agora, não contentes, querem privatizar o conhecimento, a sabedoria, o pensamento, que só à humanidade pertence.”
Bertolt Brecht

Que me desculpem os escolhidos; claro que outros haveria, mas as escolhas são só seis… e aqui estão, por ordem alfabética:

Além de mim - http://paralemdemim.blogspot.com/
Casa de Maio - http://www.casademaio.blogspot.com/
Era uma vez um Girassol - http://eraumavezumgirassol.blogspot.com/
Expressões - http://bia-expressoes.blogspot.com/
Para Sempre - http://para-sempre-.blogspot.com/
Silêncios na Noite - http://silenciosnanoite.blogspot.com/

Em tempo: Recebi outro "meme" da Ka.
"Isentei-me" de escolher outros 6 blogues...

18 comments:

SILÊNCIO said...

Obrigada Maria, já vou tratar do "meme" ...
Bjssss


Fizeste a via sacra ao meu blog lololol

Maria said...

silêncio

Foi com muito prazer que passeei por lá...
Já lá tinha dado uma olhada antes, mas ontem foi com mais tempo.
E já te linkei, para facilidade de "viagem"...

Beijinhos

Leticia Gabian said...

Que interessante!
Quero ver todos.

Beijões

Maria P. said...

Ok Maria, logo irei escolher o "meme" e passar a bola a outros!

E claro obrigada por mais uma referência à Casa.

Beijoca!

Teresa Durães said...

gostei da frase de Bertolt Brecht. Porque diz tudo o que penso, me angustia e luto para me libertar.

E tento gritar a mu modo para que outros ouçam-no como o ouço tão profundamente.

bj

Maria said...

leticia gabian

Não dormiste....

Beijo grande

Maria said...

maria p.

Não tens que agradecer...

Só espero que não aparecem muitos memes senão lá vai ter que ser a ronda normal...

Beijinhos

Maria said...

teresa durães

Houve um tempo, há uns 33 anos, em que eu tinha, no meu gabinete, pequenas notas na parede com frases de Brecht, todas deste tipo.
Algumas já as publiquei aqui. Outras hei-de publicar, quando não tiver imaginação para escrever.
Como deves imaginar, a entidade patronal não gostava muito, mas era também para o lado que eu dormia melhor...
... porque o importante era cumprir profissionalmente, para que eu pudesse fazer destas (e doutras, algumas piores) sem que me pudessem apontar um dedo que fosse.
Era outra, a liberdade, então...

Beijo

dulce said...

Bigada pelo "meme". Logo, logo ponho no meu canto e faço a minha escolha.

Maria said...

dulce

Obrigada por aceitares...

Beijo

Margri said...

Agora são os "memes".
Isto está a tornar-se uma praga de tal ordem, que até já tem que se agradecer a quem aceita.

Maria said...

margri

Ninguém obriga ninguém a aceitar.
Ninguém obriga ninguém a agradecer.

Boa tarde.

Margri said...

Realmente, obrigar, obrigar, ninguém obriga coisa nenhuma.
Mas às vezes é difícil explicar porque não se aceita, sem causar à pessoa que ofereceu uma certa decepção ou mesmo melindre.

Desculpa lá a minha interferência numa coisa que nem sequer me diz respeito (o meme).

À parte isso, gostei da frase do B. Brecht e do teu blogue em geral.

Um abraço.

KA said...

Bom meme Maria!


eles bem querem...mas eu pelo menos não deixo!

Beijinho e bom Fim-de-semana

Teresa Durães said...

Maria,

confesso que há 33 anos não pensei que estivesses a trabalhar. A tua escrita irradia uma energia de menina :)

(e eu a pensar que era cota ahahah
desculpa esta!!)

beijo

Teresa Durães said...

*confesso que não pensei que há 33 anos já trabalhavas...

Maria said...

teresa durães

Alguém disse que o amor é ridículo e todas as cartas de amor são ridículas.
Quando uma pessoa está apaixonada, e ama, escreve coisas ridículas... tem comportamentos ridículos... e parece que recuou no tempo, ao tempo em que se andava de mão dada na rua (e já era muito...) e outras coisas assim de miúdos, sabes?

Beijo

Maria said...

ka

Eu também não....

Bom fim-de-semana