Thursday, May 03, 2007

Ensina-me


Meu amor ensina-me
como fazes para
aguentares esta distância
e a separação a que nos
obrigamos
voluntariamente
Ensina-me como fazes
porque eu não estou
sabendo mais
Há bocadinho mesmo fui
ter contigo sem ter ido
e vi-te sem te ver e
beijei-te sem te beijar
Foi apenas uma ilusão
construída na minha mente,
a que o meu corpo respondeu
com um impulso. E já não sei
se devia ter ido ou ficado aqui,
à tua espera...

31 comments:

Claudia said...

E a ilusão ainda é o pior. Não sabemos o que realmente é, ou não é.

O meu beijo bem real

Sininho said...

Vai aguardando, minha amiga.
Pensa noutra forma de entender a velha frase "a pressa é inimiga da perfeição"...

Sininho said...

...e um beijinho!

Bia said...

Oh! Maria! como é bom dançar ao sabor das tuas palavras e sentir cada uma com a intensidade que lhe empregas...
Fizeste bem em ir... as ilusões também são boas, e seguiste um impulso, é bom e afinal estás Viva!
Um beijo
A. TU

Teresa Durães said...

esse é um dos momentos dolorosos (vi-te sem te ver)
e se tivesses visto
(beijar-te sem te beijar)
custam. ilusão ou vividos.

afectos, carinhos, amor e paixão. torturam mentes

beijos (agradeci-te lá no blog contudo não sei se teria sido num tipo de post que esperavas! há dias em que são mais violentos que necessitamos de sonhar com a extravagância, sei lá!)

** sean paul** said...

A distância... Mas tens de ser forte e vais ver como não tarda nada e esse alguém está ao pé de ti e essa ilusão se torna realidade.. e aí poderas dizer k não foi, ilusão, não o sonhaste, aconteceu de verdade!

Bj

Farinho said...

A saudade tem coisas dessas, de tanta saudade padecemos de ilusões.



Minha querida amiga, quando puder passe pelo meu blog, tenho lá um surpresa para ti.

Beijoquinhas

CHEVALIER DE PAS said...

porque o sonho comanda a vida...

poetaeusou said...

/
Foi apenas uma ilusão
/
inté
/

brisa de palavras said...

Como se pode ensinar...a lidar com a ausência ou a saudade...como se pode não deixar ir o pensamento....?
Esse vai o tempo não pára!
um abraço
brisa de palavras

madrugada* said...

As ilusões por vezes poderão nos dár o estimulo necessário para lutarmos ao longo das nossas vidas.

:-D

Maria P. said...

Vale sempre a pena a espera, pelo amor.


Beijinho.

herético said...

amor.é.isso:não.saber.se.ir.se.ficar...

simples.verdadeiro.belo

Entre linhas said...

Miga Maria soube que também tens dificuldade em entrar no meu blog,quanto ao pc está tudo bem,porque eu entro com facilidade,deixo aqui o email do blog,e se quizeres comentar por lá,depois faço copy paste e coloco no blog.

O meu pc tem muito espaço vazio,poderia ser uma das causas,mas ele levou uma placa de memória relativamente á pouco tempo.

Podes escrever para : particulasdotempo@gmail.com

E desculpa o incómodo.
Bjs Zita

BRC said...

Meu amor meu amor

meu corpo em movimento

minha voz à procura

do seu próprio lamento(...)

+++++++++++++++++++++++++++


(Zé Carlos) Ary dos Santos, As Palavras das Cantigas, Lisboa, Edições Avante, 1995 (ou em http://www.citi.pt/cultura/literatura/poesia/ary_dos_santos/ary_amo.html)

A.S. said...

O amor transforma um imenso oceano num lago minúsculo!...


Um beijo!

zetrolha said...

Alimenta a tua ilusão a cada dia que passa,só assim amanhã ao levantares terás uma razão para sorrires e agradecer a alguém que está acima de nós,por te ter dado um caminho a seguir,por mais sinuoso que seja.

Leticia Gabian said...

Af Maria!!!!!

"Há bocadinho mesmo fui
ter contigo sem ter ido
e vi-te sem te ver e
beijei-te sem te beijar
Foi apenas uma ilusão
construída na minha mente,
a que o meu corpo respondeu
com um impulso."

Af Maria!!!!!!!


Beijão

greentea said...

hoje , mostro-te outros caminhos ... outrs estradas...

tem um bom dia

beijinhos

Luis Eme said...

Embora te repitas neste teu "amor", Maria...

Senti este poema de forma diferente, não se pela forma como o construiste se por outra coisa...

Está muito bom, mexe connosco.

Teresa Durães said...

Eric Clapton - Freight Loader (não tenho a certeza do nome, foi uma gravação de várias músicas que me deram há muitos anos - "rouding in a river of tears") :) - deve ser de 1998

bom dia para ti

isabel victor said...

pois é Maria tudo se aprende ...

com amor
e dor

Gi said...

Maria

Entre o ir e o ficar
se divide a tua mente
na ilusão desse chegar
sinto-te ainda mais ausente
reconstruo o teu olhar
nesta ponte de desejo
Gostaria de te acalmar
mas já que não posso lá chegar
olha,

deixo-te um beijo :)

Muitos Maria. Cosntrói uma ponte e atravessa-a , sem medos

João said...

também eu

Luís said...

Por vezes ninguém nos ensina. E temos que aprender sozinhos...

Vera said...

Maria... Não tenho palavras... Mas aqui nem são necessárias, ficam apenas os sentimentos! E longos suspiros!

Mil beijos! E um abraço, bem apertadinho!

qualquer coisa serve ... said...

Um grande abraço

maresia_mar said...

Olá Maria,

Pois muitas vezes somos iludidos pela ilusão...


Um fds carregado de sorrisos. Bjhs

pitanga said...

Nunca deixes de ir. Nunca.

beijos

Entre linhas... said...

Por vezes temos que aprender sozinhos as maiores lições da vida.

Bom fim de semana amiga

Bjs Zita

Maria said...

Uma absoluta falta de tempo impede-me de responder individualmente a cada um dos comentários aqui publicados.

O meu Muito Obrigada a todos quantos por aqui passaram...

Beijos e/ou abraços....