Sunday, May 06, 2007

Por ti


Por ti
eu faço tudo
vou até onde quiseres
montarei os cavalos do vento que
me levarão até onde estiveres
porque o vento
sabe sempre onde estás e
sabe que eu preciso de ti
para respirar
Por ti
eu faço o que for preciso
o que tu quiseres
até o que eu não
faria outrora
porque o amor é mais forte
e mais dorido e eu,
que não quero sofrer mais,
tenho que olhar o mar e
deixar-me perder no horizonte
onde as gaivotas voam e
não me trazem notícias tuas.

58 comments:

joão marinheiro said...

Dos cavalos do vento e das tempestades que nos afastam
Do amor precioso/ preciso/forte
Das noticias nas asas das gaivotas argênteas que passam rumo a sul,
Sempre a sul
Gosto de olhar o mar
Na nossa/tua/dele,
Gruta azul profunda
Onde o olhar se confunde com o sal espelhado
Nas paredes rubras da saudade
Que se perde no horizonte …

Obrigado pelas recordações que provocas por dentro de mim

João JR said...

Esta é..toda a forma de amor:)))
Um gd beijo Maria e bom domingo

Maria said...

joão marinheiro

Depois do teu comentário de ontem tinha que pôr mesmo a gruta azul aqui, hoje.
Foi com ternura que o fiz.
Foi por ti, por mim, pela ilha, pelas gaivotas...
...de quem já tenho tantas saudades...

Um abraço, quase quase na ilha

Maria said...

joão jr

Toda a forma de amor é amar, ou
Toda a forma de amar é amor...

Dois beijos, João

Leticia Gabian said...

Maria, Maria!
O amor é sempre mais forte.

Que maravilha de foto!


Beijo grande, cheio de muita admiração por ti, querida amiga

o alquimista said...

Por ti...


Os Deuses não vivem na lagoa, apenas recolhem o pranto, transformado manto de água em certas noites de encanto.


Bom domingo...feliz dia da mãe...


Doce beijo

Maria said...

leticia gabian

E tu sabes, querida, que o amor é tão forte, sempre mais forte...

Beijão grande e especial para ti, hoje

Maria said...

o alquimista

Para ti

Um bom domingo

e um beijo

bettips said...

Porque o verde é esperança, ainda. Tuas fotos e palavras esperançosas que me dão, sempre, prazer de te conhecer. Bjinho

al cardoso said...

Que pena as gaivotas nao te trazerem noticias minhas!

Um bom domingo e dia da Mae.

Estava a espera de um poema relacionado com o dia.

Gi said...

Esse vento que apregoa, um amor tão dorido, que tem asas e até voa, só pode ser teu amigo !
Não tarda vais receber, por via desse alazão, notícias do teu amor, para aquecer o coração.
Mas agora pergunto eu, se me é permitido, um amor que faz assim sofrer, será que faz sentido?
Divididas que sempre estamos, entre a emoção e a razão, somos palermas tantas vezes quando só ouvimos o coração ...

Beijos Maria. A gaivota manda-te um beijinho da cor das águas dessa gruta

Eufrázio Filipe said...

Não desistas de ti,espera menos das gaivotas

Anonymous said...

...e o mar sempre presente nas partidas e chegadas e nas saudades-âncora deste porto onde arrimamos!...
Irmano-te Amiga, nessa vantade de alguém, que perto ou longe quase nunca é presente.

Um beijo da

Maria Mamede

Ana Patudos said...

Gostaria de dizer o mesmo, mas não posso...
Belas palavras e excelente imagem neste dia da mãe.
beijitos
Ana Paula

Maçã de Junho said...

Por ti...
Sou eu


M

Maria said...

bettips

Sabes que, apesar desta água verde, a gruta se chama azul e, se meteres a mão dentro da água, ela fica mesmo azul?

Beijo para ti

Maria said...

al cardoso

O teu blog traz...
Sabes que este poema pode ser um poema de mãe?

Um abraço

Maria said...

Gi

Gostei do teu poema...
(sempre a razão e o coração...)

Beijinho para ti

Maria said...

eufrázio filipe

E eu sou por acaso mulher para desistir? Nunca!

Maria said...

Maria Mamede

O mar sempre presente, em mim, quase em tudo o que faço...
Sempre o mar...

Um beijo, Amiga

Tozé Franco said...

Belíssimo texto ilustrado por fotografias de um sítio mágico: as Berlengas.
Um abraço e feliz dia da Mãe.

Maria said...

ana patudos

Não podes? ;-)

Beijos para ti

Maria said...

maçã de junho

És....
Sim!

Um beijo

Maria said...

tozé franco

O lugar é mágico, esta gruta ainda mais!

Um abraço para ti

amigona avó e a neta princesa said...

Lindo poema, amiga...beijo...

luna e neptuno said...

Estende o pensamento, estende a força estranha que há no ar, ela tudo sabe e tudo faz acontecer.
jinhos

AnaG. said...

Esta fotografia faz-me lembrar histórias ouvidas de lugares encantados.

Este... deve ser um deles.

Beijinho

Sininho said...

Reli o poema e poderia, realmente, ser o poema de uma mãe.
Há várias formas de amar, todas comandadas pelo coração...
Verde fabuloso o dessa gruta!

Beijinho.

Gi said...

Maria, era giro que fosse poema, mas não sou poeta :) é uma desgarrada. Acho graça a improvisos.

De vez em quando temos que fazer uma pega de caras à vida e quem não percebe nada de toureio, porque não aprendeu , não sabe, ou não gosta, tem que fazer como eu... improvisa!!!

Olha que às vezes olho para os nossos governantes e parece-me que eles são um bocado como eu! Ou eles estão mal ou eu devia ter sido política :)

beijos Sereia

A.S. said...

Chegará o dia em que o vento te dirá que é chegado o momento de voares como as gaivotas e voares com elas junto a um por de sol eterno!...


Um terno beijo!

antónio paiva said...

...........

tudo é tão longe



Beijo, noite serena e boa semana

Teresa Durães said...

tudo é demais...
mas essas coisas vivem-se, não se ensinam

beijos

Bia said...

lindo Maria!
Lindo como o teu amor, como cada palavra tua...
Assim é o amor, não é?
Sempre assim, o amor faz-nos ultrapassar barreiras e deixa-te perder no horizonte as gaivotas apenas estão perdidas ainda não te viram bem....
Um beijo
A. _ TU

Alexandre said...

Quando estamos verdadeiramente apaixonados fazemos tudo pelo outro. Vemos a outra pessoa como parte de nós e tudo faremos por ela... e por nós... pois a presença do outro também é importante para nós... quando estamos verdadeiramente apaixonados...

Um beijinho!!!

O Beco said...

Para quando um livro de poemas, serias a primeira Berlengense a faze-lo (He!He!He!)!
Parabéns por seres quem és e o que és!
Passa pelo arco!

Beijo deste cabesta

Helena Nunes said...

Olha o mar, perde-te no horizonte e
respira o amor que te faz forte.
Bjos

Késia Maximiano said...

o amor é realmente perfeito..
bjos

dulce said...

"...até o que eu não faria outrora"!
Amar faz a diferença. Beijos

Maria P. said...

Por ti...ou pelos dois.

Beijinho*

Maria said...

amigona avó e neta princesa

Pois no dia de hoje, dois beijos

Maria said...

luna e neptuno

Se tu o dizes.... até sou capaz de acreditar...

Bjinhos

Maria said...

anag.

Este é seguramente um lugar encantado.
Gostava que o fosses visitar, um dia....

Beijos

Maria said...

sininho

Podia não podia?

Beijinhos

Maria said...

gi

Devo dizer-te que "improvisas" muito bem.
À vida, tenho-a pegado de caras e às vezes de cernelha, conforme me vai escapando... a oportunidade...
Quando te decidires candidatar, avisa-me qual o partido...

Beijinhos, desgarradora

Maria said...

a.s.

Estou à espera desse dia. Entretanto, vou vivendo, não, VIVO!

Um beijo ternurento

Maria said...

antónio paiva

É. Sim.

Beijo e boa semana

Maria said...

teresa durães

Demais? Nunca é demais no amor...

Beijo

Maria said...

bia

Eu acho que é assim...
... mas pelos vistos há por aqui quem discorde..
Acho que são apenas formas de sentir diferentes...

Beijos.
G.-TE

Maria said...

alexandre

É assim como que... a outra metade de nós...

Beijinhos

Maria said...

o beco

Não "mangues" de mim. Sabes que não sou berlenguense...
Só as arménias são berlenguensis, até as gaivotas são argênteas...

Beijos, muitos

Maria said...

helena nunes

Olho o mar e respiro, todos os dias, o seu cheiro...

Boa semana. Beijo

Maria said...

késia maximiano

Obrigada pela visita. Gostei do teu blog...

Boa semana

Maria said...

dulce

Faz. Toda a diferença...

Beijos

Maria said...

maria p.

Tu sabes...

Beijinhos

Mié said...

O amor é tudo.
Amar assim...é entrega é sublime.

Gostei de aqui vir, voltarei.
Fica bem.

Maria said...

mié

Obrigada por teres passado...

Fica bem

Fernando Pinto said...

Gosto muito das cores, do cristalino!

Maria said...

fernando pinto

É a total transparência da água.
Até dói os olhos...