Monday, June 25, 2007

Flora e fauna da Ilha - V


Gaivoto ao pé da casca que foi sua casa durante um tempo...


Ninho em cima de uma armenia, com dois gaivotos


Um gaivoto, e outro quase quase a respirar...


Acabadíssimo de nascer!!! Foi emocionante vê-lo sair da casca...


Este é o fernão capelo berlenga...


O chão que eu não me canso de pisar, calcorreando a ilha, aqui com as Estelas ao fundo...
Os azuis do mar e do céu quase se confundem...

60 comments:

poetaeusou said...

/
preservar
a berlenga
,
sempre
,
lindo, maria,
,
inté
/

Porque Te Amo said...

berlengas... num conheço... tinha a ideia q nao passava de um amontoado de pedras... mas agora parece-me bem diferente...

uma boa semana de trabalho

1beijo... assim... entre pianos

Victor Nogueira said...

Viva
Sigo com interesse este teu documentário ou reportagem
Um abraço
VM

Luis Eme said...

Lindo...

faz com que apeteça passar por lá...

Maçã de Junho said...

eterna a tua terra.. que afinal é o mar....

Beijo e boa semana
M

KA said...

Que maravilha!!!

De facto ver assim a natureza faz-nos estar mais atentos aos pequenos prazeres da vida...

Beijinho e boa semana

Leticia Gabian said...

Maroca,
Muito lindo o Fernão Capelo Berlenga! E o recém saído da casca, que fofinho!
A última foto está um escândalo de tão impressionante. Quase não sabemos o que é mar e o que é céu.
E a terra onde pisas é mesmo abençoada. Como és feliz na tua ilha, não é mesmo?

Grande beijo, querida amiga

o alquimista said...

Olá Maria, não conheço a Berlenga, mas também vivo numa ilha...não queres vir até cá tirar algumas fotos da fantastica beleza com que a natureza nos brindou...?


Doce beijo

cm said...

"Os azuis do mar e do céu quase se confundem..." quando salpicamos o olhar de encanto e magia...um abraço e doce semana

MiE said...

Lindas fotos e linda ilha que não conheço...ainda.

Fica bem

Maria said...

poetaeusou

Preservar a Berlenga é também poder vivê-la, mas não saindo dos "trilhos" existentes, para não prejudicarmos a flora endémica da ilha e para, nesta altura, não sermos "atacados" pelas gaivotas, que estão de olho bem aberto nos ninhos...

Inté

Maria said...

porque te amo

Há muita gente que chega à ilha e diz que são só rochas....
Como vês, não é bem assim...

Um beijo, assim...

joão marinheiro said...

Maria, às vezes, demasiadas vezes, assusto-me com o desconhecimento do Portugal profundo...
Bem hajas por o trazeres um pouco até nós, a nossa ilha.
Abraço daqui onde o rio adormece.

Maria said...

victor nogueira

É apenas uma "reportagem fotográfica" (presunção a minha..) da nidificação das gaivotas...

Um abraço

Maria said...

luís eme

Se puderes vai lá agora, porque a ilha está linda...

Maria said...

maçã de junho

Sinto-me muito mais mar do que terra, sim...

Um beijo

Maria said...

ka

Para mim é "aos grandes prazeres da vida"...

Boa semana
Beijinhos

Maria said...

letícia gabian

A ilha é o paraíso, Amiga.
Um dia vais conhecê-la... um dia...

Beijão grande, querida

Maria said...

o alquimista

Quem sabe se não será uma das próximas viagens uma até à tua ilha?
Quando for, eu aviso...

Beijo

Luís Galego said...

Este é o fernão capelo berlenga...

se fõr como o outro deixa muitas saudades. Um abraço...

Maria said...

cm

Gosto de te ver por aqui, assim como gosto de te visitar....

Boa semana
Um abraço

Maria said...

mie

Tenta ir até lá.... não custa nada...

Maria said...

joão marinheiro

... e quantas vezes fazemos férias fora de Portugal, desconhecendo as belezas que temos por cá...
... tornou-se um estatuto, e moda, ir para fora deste país, que afinal é tão lindo...

Um abraço forte

Maria said...

luís galego

A mim já me deixou... quando voltar à ilha já não o conheço, já não está no ninho e já cresceu muito...

veritas said...

Emocionantes imagens...um hino à vida!

Bjs. Boa semana.

rosa dourada/ondina azul said...

Linda, a Ilha, Maria, e com a tua sensibilidade, tu a tornas ainda mais bela !



Beijo,

©õllyß®y said...

E a vida acontece num poesia da Mãe natureza...Lindo

Meu doce beijo e meu terno olharIndiscreto

Gi said...

Também costumo contemplar essa linha imaginária onde esses teus azuis se confundem e me perco em pensamentos. No horizonte sonhando com novos horizontes. Deve sr um sítio bonito para sonhar a tua ilha. E eu voava...com os pássaros.

Um beijo, boa semana

(P.S. não tens mail aqui pois não sereia? Só para saber )

pitanga said...

Tens que ir lá a casa. Lê primeiro o de baixo e depois...bem...

beijinhos

Tiago said...

entre azuis,
escolho?
passos, caminhos,
vagueio,
onde se encontram?
quando com dois,
ficamos um...

beijo maria

Sei que existes said...

Que fotos fabulosas!!
Beijos

Sininho said...

Uma ternura estas fotos!

Beijinho

Bia said...

Chegar até aqui de encontro ás tuas fotos e palavras dá para sentir a frescura da tua Ilha, a tranquilidade e paz que lá habitam... olha quem precisava de ir até lá era eu :)
Beijinho Maria
A._TU

Papoila said...

Fernão Capelo Gaivota (berlenga)...
Como adorei esse Livro. O que a força de vontade faz.... Voar mais alto.


Bjs

Maria said...

veritas

Uma boa semana também para ti
Beijo

Maria said...

rosa dourada/ondina azul

A ilha é bela por ela mesmo.... a sensibilidade é, às vezes, uma questão de "momento"...

Beijo

Maria said...

©õllyß®y

É a mãe natureza a fazer o que lhe compete...

Gostei do teu olhar indiscreto...
Beijo

Maria said...

gi

E quando estes azuis se tornam dourados e castanhos ao pôr do sol.... eu esqueço-me...

Vai até lá passar uns dias...

Beijinhos
(não tenho mail aqui, não....)

Maria said...

pitanga

Já fui lá a casa, e li logo o de cima...
hehehehehehe

Beijinhos

poesiadaspiramides said...

e quem se pode cansar de estar no paraiso?
ji

Maria said...

tiago

entre estes azuis...
... ficamos um, sim!


Beijo-TE

Maria said...

sei que existes

Obrigada.......

Maria said...

sininho

E sobre este tema falta só mais um post.... mais logo...

Beijinhos

Maria said...

bia

Tranquilidade, é essa a palavra...
... e como eu te percebo, Bia...
Fazia-te bem ir até lá... pensa nisso...

Beijinhos
G.-TE

Maria said...

papoila

Também gostei do livro. Tanto, que o gaivoto ficou com o mesmo nome, mas berlenga....

Beijo

Maria said...

poesiadaspiramides

Percebes porque é que eu digo que viveria lá, sem me chatear nada?

Bjinhos

A.S. said...

Fico imaginando a primeira vez em que esses pássaros sobrevoarão o oceano...


Um beijo!

Claudia said...

Que coisa mais querida!!!

Mais, mais, só os cinco gatinhos com uma semana que tenho cá por casa!!! Ainda nem abrem os olhos!!!

Beijo fofo

som do silencio said...

Olá!

Que fotos lindas e ternurentas!
Gostei bastante!

Beijo Silencioso

Isabel said...

Fantásticas estas fotografias a darem-nos belos momentos do desabrochar para a vida.

Bjt

a.castro said...
This comment has been removed by the author.
manhã said...

da última vez que acampei nas Berlengas (há 20 anos) não pude aproveitar a tenda, tal era o estado da dita, estado repleto de cagadelas, tão repleto que nem tinha cor, aliás tinha, amarelada!Estas senhoras mandam.

Maria said...

a.s.

É assim que a fome apertar... têm que vir a Peniche.
Se houver pilado, comem pilado no mar. Caso contrário, a partir de Novembro / Dezembro já podem voar distâncias grandes...

Beijo

Maria said...

claudia

Que fofura... cinco?
Família aumentada, assim, de repente...?

Beijo fofo, também

Maria said...

som do silêncio

Obrigada... ainda bem que gostaste...

Beijo

Maria said...

isabel

É isso mesmo, a Natureza a cumprir mais um ciclo...

Beijo

Maria said...

a.castro

... e eu respondi a esse comentário...
Lá vou eu outra vez ao bacalhau, hehehe

Beijo

Maria said...

manhã

Acontece todos os anos, mas eu lavo a tenda...

Beijo

maria carvalhosa said...

A nossa ilha é, de facto, maravilhosa, Maria. Conseguiste excelentes fotos apesar do tempo... ou será que lá estava bom tempo? Por vezes acontece estar péssimo em Peniche e um sol esplendoroso nas Berlengas.

Beijos, amiga.

Maria said...

maria carvalhosa

Por incrível que pareça, quando chovia em terra e víamos na tv a muita chuva que caía e estragava as férias de muita gente, na ilha fazia sol e calor. Só um dia esteve enublado, para logo o sol descobrir.
A chuva só caiu uma vez, durante a noite, com muito vento sudoeste... e veio a fola, tão esperada por mim...

Beijos