Monday, March 23, 2009

Do outro lado o mar


Do outro lado o mar. Aqui a serra mãe de onde nasces fio de água rio transparente depois. Uma vida inteira para serpenteares ao longo dos montes até chegares à foz. Do outro lado o mar. Aqui o verde primavera e todas as flores selvagens que amas. As árvores que te dão sombra e onde descansas de todos os cansaços. Do outro lado o mar. Acompanho o caminho que tentas encontrar por entre pedras e tojos. Não sossegas enquanto não fazes as tuas margens, onde me sento. Do outro lado o mar. Quanto mais corres mais cresces como se o ar que respiras te alimentasse e fazes o teu leito. Onde acontece vida. Onde sacio a minha sede. Onde amo. Do outro lado o mar. Onde.

32 comments:

margusta said...

Muito Obrigada Querida Maria!

Um Abraço do tamanho do MUNDO!!!

samuel said...

Muito bonito! Como se o ar que respiras te alimentasse...

Abreijos

Baila sem peso said...

Onde...
Acontece vida no serpentear
nas flores, nas árvores, nas pedras.

e o doce murmurar, que chama do mar!

eu vim aqui beijar as palavras
que no teu peito lavras
da saudade dessa paisagem
que te saúda, pelo teu cantar!

Bonito quadro de foto legendada de
palavra amada!

Boa semana
Beijinhos

salvoconduto said...

Ainda hei-de encontrar a porta para esse lado...

Abreijos e boa semana.

Ana said...

Que texto tão bonito, este!
E tão musical, também.
Bonito para ser dito, ou para ser cantado.

Beijinho

BlueVelvet said...

Será que foste e já vens?
Tenho pena de não conhecer o sítio de que falas, mas deve ser lindo, para te inspirar assim.
Beijinhos

Cris Caetano said...

Tão bonito...

Beijinhos

do Zambujal said...

E neste texto tu. Como és. Vivendo. Sonhando. Companheira dos fios de água que se fazem rios. E do outro lado o mar.
Sendo o que és.

Beijos

A CONCORRÊNCIA said...

E do outro lado o mar ...

e cá dentro inquietação, inquietação
É só inquietação, inquietação
Porquê, não sei
Mas sei
É que não sei ainda
Mas sei
Que essa coisa é que é linda ...

Beijos Maria

dona tela said...

E a Primavera que mexe tanto connosco,não é?

Muito bom dia.

Vera said...

(Longo suspiro)

Lindo Maria! Onde acontece vida!

Beijo grande

Fernando Samuel said...

Excelente texto - e mais não digo...

Um beijo grande.

Agulheta said...

Maria! Deste lado não tenho o mar...mas as serras bonitas mas que as tratam tão mal,e como deste beleza ao texto gostei.
Beijinho


O tempo pouco mas venho:

Justine said...

Belíssimo texto, com a doçura e calma do correr do rio, até ao outro lado. Ao mar...

Maria P. said...

Belíssimo!
Até ao outro lado, o outro lado, sempre...


Beijinho, minha Maria*

Filoxera said...

Tu e este amor sob a forma de prosa poética: fabuloso!
Beijos.

anamar said...

SEm palavras ..
Só para dizer que estive cá...
Abracinho

escarlate.due said...

onde...
ali mesmo: do outro lado, onde está o mar...

david santos said...

Olá, Maria!
Sem dúvida. É mesmo muito linda essa paisagem.
Parabéns.

LB said...

O mar...! Sempre ele!

Beijinho

FERNANDA & POEMAS said...

QUERIDA MARIA, DO OUTRO LADO DO MAR, FICA O RIO QUE CORRE PARA A FOZ...COM AS MARGENS DE UM VERDE MARAVILHOSA AMIGA... ADOREI POETISA...ABRAÇOS DE AMZADE,
FERNANDINHA

Joao P. said...

Porque o tejo não é o rio que corre pela minha aldeia, O Tejo tem grande navios ... Mas poucos sabem qual é o rio da minha aldeia.

Lindo Maria

Beijo

heretico said...

envolvente texto. coleante como o rio que corre. e busca a foz...

... no outro lado do mar.

gostei muito,

beijos

Emigrante said...

Olá Maria
Para mim uma desconhecida, mas com sentires tão parecidos.
Felizes os que possuem um local, um percurso e uma visão para se crescerem e se encontrarem.

Obrigado por conseguires tão bem transmitires também os meus "sentires"

Boa Noite

T.A

mdsol said...

Saio daqui embrulhada nas tuas palavras... e a certeza dos horizontes, lá onde se é com plenitude!
:))

Maria said...

Muito obrigada por terem aqui passado.

Beijos

Pitanga Doce said...

Isto é a mistura de tudo o que eu quero.

Carla said...

tão bom esse outro lado do mar, onde conseguimos descobrir a outra parte de nós
beijos

Apenas eu said...

diz-me onde fica esse outro lado do mar.
porque pela tua descrição é lindo...
quero ir a esse lugar onde posso correr, onde o ar me alimenta e quero matar a sede...

beijo Grande Maria
Muitas saudades Tuas

Maria said...

Emigrante

A caixa de comentários que tens no teu blogue não me deixa comentar, de forma nenhuma.
Há outras caixas de comentários à disposição no blogger, esta é a única em que não consigo comentar.

Obrigada

bettips said...

Onde, Maria, onde a paz de olhar a terra e simplesmente dizer "bons-dias"? Onde distrair para esquecer momentos, Maria?
Onde repousar de outros um pouco?
Bj

O Sibarita said...

Onde? Sim onde, onde? Jauá! kkkkkkk

Que brandura esse seu texto moça, arrebatante...

bjs
O Sibarita