Monday, March 30, 2009

Dois em um, para descomprimir...


O POEMA DA 'MENTE'

Há um primeiro-ministro que mente.
Mente de corpo e alma, completamente.
E mente de maneira tão pungente
Que a gente acha que ele mente sinceramente.
Mas que mente, sobretudo, impunemente...
Indecentemente... mente.
E mente tão racionalmente,
Que acha que mentindo vida fora,
Nos vai enganar eternamente.


(recebido por email...)

40 comments:

Joao P. said...

Maria:

Verdadeira mente ele mente.
o que é indecente!

Verdadeira mente
mente
já não me mente mais!

beijo

João

BlueVelvet said...

Numa coisa o povo português é imbatível: nas anedotas e neste tipo de mails.
Estes dois não podem vir mais a propósito e fazem sorrir.
Ao menos isso.
Beijinhos

Alexa said...

Amiga
ele mente, mas mente , e mente.
Mas digo-te a mim nunca me mentiu
nem mentirá nunca.
O Sócrates só por si é a anetoda.
Viver num país governado por uma anedota isso sim,
è tristeza pura.
abraço
fraterno

Emigrante said...

Boa Noite Maria

Como se diz "talvez nos safemos".

No meio da tanta mentira, já não haverá lucidez para perceber que a mentira tem "perna curta"

Beijocas

T.A

samuel said...

De manhã, à tarde ou à noite... indiferentemente!

Abreijos

Clotilde S.(canela_e_jasmim) said...

Finge tão completamente (...) e não é poeta!

Beijos de boa semana e obrigada pela visita.

Leticia Gabian said...

Hehehehe...As duas são muito boas!

Beijo enorme, AIC

Anonymous said...

Um dia a ministra da educação sonhou que tinha morrido e tinha ido para o ceu.
Chegou lá bateu à porta e apareceu o S.Pedro.
Mal a viu, disse-lhe; aqui não ficas. Apanhas aí o elevador e vai lá para baixo, para o inferno.
Passados uns dias o diabo pegou-lhe num braço e foi levá-la ao S.Pedro.
-Pedro, eu não a quero lá. Fica tu com ela.
Pergunta-lhe o S.Pedro; mas porquê?
-Então esta senhora não queria que eu fosse avaliado por ela sobre o meu trabalho.
Eu! Ser avaliado por esta senhora, depois de gerir o inferno desde a criação! Naaaaaaaaa.
A ministra acordou, e quando foi para o ministério, contou ao Sócrates o sonho que tivera.
Diz-lhe o Sócrates:
És muito burra, o que é que foste fazer lá para cima para o inferno?
Não te basta o inferno que tens feito aqui em baixo!

Aten

Cris Caetano said...

hehehe Adorei!!! Ovos na omelete, desperdício, nunca!!

Beijinhos

salvoconduto said...

As galinhas que me desculpem mas na frigideira fazem aumentar o colesterol e querem lá causa mais nobre do que lhe pespegar um certeiramente nas trombas?

Abreijos.

Menina do Rio said...

Simplesmente veemente!

Beijos querida

Meg said...

Maria,

É especialmente fantástico este poema.
E a dos ovos, ahahahahah!!!!

Um beijo

Justine said...

Ah grandapoeta!!!

JC said...

Maria

Tenho que te dar razão, ele e seus comparsas, mentem simplesmente, está na altura de acabar com estas
mentes que mentem.

Beijocas

A CONCORRÊNCIA said...

Espero que brevemente fique a saber que não mente impunemente .

Beijos Maria

Silvestre Raposo said...

Obrigado Maria pelo comentário.
pois é, o mar é vida ...mas o mar que falo é outro, tal como a viela, por onde corre a imcompetência, o oportunismo, a corrupção... e é esse o mar que cada vez avança mais descarada e impunemente e nos cava a sepultura...Beijinho e obrigado

Maria said...

Silvestre Raposo

E eu entendi. Por isso disse que nós é que cavamos a sepultura. Ou seja, está nas nossas mãos parar com este estado de coisas. Temos 3 actos eleitorais este ano. Vamos deixar que esse mar de corrupção continue a avançar? E que ganhe novamente com maioria? Ou vamos trabalhar para tentar mudar a direcção do vento, que é como quem diz, a orientação do voto?

Beijinho

Teresa Durães said...

100% de acordo. Que vergonha!!

Maria P. said...

Estou com as galinhas!

:)
Beijinho, minha Maria*

Adriana said...

Contundente! Mas a mente ,mente!

Luis Eme said...

não acho que ele minta sinceramente. já vi o nariz dele a crescer, apesar do seu ar mais sério do mundo.

beijinho Maria

Nuno de Sousa said...

E o problema maior desta mentira toda é que é tudo verdade :-)
Bjs amiga e uma boa semana por esses lados,
Nuno

SILÊNCIO CULPADO said...

Maria

Este poema é um achado.
Vou repeti-lo em oração para que não possa ser continuado.
Tanta mentira num País recessado!...


Abraço

Fernando Santos (Chana) said...

Olá Maria, belo texto...Espectacular....
Beijos

Mukanda said...

Verdadieramente um poema sobre a "Mente".
Muito bem estruturado.
Kissada grande nossa Maria.
Mukanda

fj said...

oh Maria, Tu não me digas qu'a gente tem por cá um primeiro ministro mentiroso??
está muito bem humorado...sim q o nosso 1º não mente.

Beijinhos para ti, Maria

pin gente said...

não consigo ver a foto... vou ali abaixo que vejo algo que me interessa muito.
beijo

utopia das palavras said...

Teimosamente...faremos...frente!!!!

Beijo

Luis Eme said...

não me digas que também foste à "ópera"; Maria (passa pelo "Largo")...

(provavelmente, devem-lhe ter faltado as palavras, percebeu (será que percebeu?) que a burguesia também não gosta que brinquem com eles, não são apenas os operários e professores que ele gosta de chamar "comunistas"...)

Pico minha ilha said...

Estou mesmo com falta de rir um pouco.Nem sei onde vamos parar com tudo isto.Maria sem palavras, só um obrigado de coração.Um abraço com um beijinho

Nilson Barcelli said...

Alguém sabe de um primeiro-ministro que não tenha mentido?
Podem escolher desde 1910 até hoje... eheheh...
O próximo também vai mentir. Só não sei é se vai ser com maioria absoluta ou relativa...
Boa semana,
Beijo.

Fernando Samuel said...

Só se forem ovos pôdres...

Ele até quando desmente... mente...

Um beijo grande.

heretico said...

mente, eminente... mente!
fraca gente! que não sente...

beijos

Artur Gonçalves Dias said...

é um poema de mentiras que só diz verdades..

saudações

anamar said...

A esta hora, Maria, já sobra pouco prá palavra, mas quem não se sente, não é filho de boa gente!
Breve vamos mostrar quem somos!!!!
Beijoca....

Filoxera said...

Mente tão completamente que chega a fingir verdadeiro o que é falso simplesmente...
Beijos.

Maria said...

Muito obrigada por terem passado aqui.

Beijos a todos

mfc said...

Vá... só mais um ovo!
... só mais um!

Adolfo Dias said...

HEHEHEHE...o que eu me ri a ver este post !

Lindo !

Parapeito said...

...Fez me lembrar o tão esquecido António Aleixo...
*
Vós que lá do vosso império
prometeis um mundo novo,
calai-vos, que pode o povo
qu'rer um mundo novo a sério.

*
Eu não sei porque razão
certos homens, a meu ver,
quanto mais pequenos são
maiores querem parecer.
*
E de facto os ovos sao mesmo mal empregados..as galinhas nao merecem tal desrespeito :))
Um abraço