Thursday, March 05, 2009

A minha pele


A minha pele sou eu. Quase sempre.
Às vezes despe-me e passeia-se por aí.
A minha pela cheira a maresia. Sempre.
Porque o mar é meu leito meu amor.
E a espuma das ondas lençol que nos cobre.
A minha pele é campo de trigo e papoilas.
Terra semeada fecundada que germinará.
De onde nascerá a flor. E o fruto.
Da vertigem. Da fome. Do amor. Da minha pele.

41 comments:

salvoconduto said...

Não gostaria de estar na pele de alguns, muito menos estar com aqueles que só pensam salvar a própria pele...

Abreijos.

Delfim Peixoto said...

E tens uma pele linda... para além da alma, claro!
Beijinhos com "Jesuitas" de Sto Tirso ou um " Abade de Priscos" de Braga

SILÊNCIO CULPADO said...

Maria
E com esses sentimentos que tão bem exprimes se constroem os caminhos.

Abraço,

anamar said...

O meu comentário não quis seguir no mommento exacto...
por isso , agora , só segue:
-como os nossos sentidos estão próximos... só que não os sei verbalizar com essa poética!
abracinho

FERNANDA & POEMAS said...

QUERIDA MARIA, BELÍSSIMO POEMA AMIGA... SIMPLESMENTE SUBLIME... ADOREIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
UM ABRAÇO DE CARINHO,
FERNANDINHA

Anonymous said...

Apenas posso dizer que me fez lembrar aluém que está do outro da Terra. Apesar de não espalharem a beleza da sua escrita, vou passar-lhe algo que gostaria de ter passado, àquela para quem foram escritas:

A cortina da noite escondia
os nossos corpos
dos olhares indiscretos.
Os lençois de areia da nossa cama
eram debruados a espuma
das ondas que nos beijavam.
O manto de estrelas que nos cobria
ocultava do olhar invejoso da lua
o amor que em nós nascia.
Apenas nós,
perdidos,
estavamos ausentes,
passeando que andavamos
pelo infinito.

Aten

Anonymous said...

Vou deixar-lhe mais umas palavras, e essas sim, foram ditas a quem as devia ouvir;

"Quente tua boca
e leve teus lábios,
a tua pele macia cheira a flores
se abrindo na primavera"

Aten

Oris said...

Lindo, Maria...

Beijitos

Lúcia said...

Pele que cobre um corpo que luta, que ama...
Beijinhos, Maria

Joao P. said...

Lindo Maria:

Vou imprimir e guardar num caderninho.

Beijo

João

bettips said...

Brotam de ti as papoilas
palavras rubras
como tu. Donde te vem esse (a)mar?
Bjinho

(as camélias são insolentes na sua invulgaridade. Surpreendentes quando as julgamos conhecer. São delicadas na sua resistência. Para ti também pensadas porque as sabia amadas uma a uma. E é bom partilhar palavras, flores, espumas de dias.)

Ana said...

Palavras que te vestem, na poesia que é teu leito.
Que venham mais, Maria, porque gosto de te ler.
Um beijo.

Amaral said...

Mar e campo e toda a terra és tu.
És fruto... da tua pele, que te protege, que te cobre e faz sentir os arrepios das emoções...
Também és flor antes do fruto, que se cheira e se perfuma no odor da maresia...

Anonymous said...

E porque o poema fala da pele e refere a fome, para que não esqueçamos o que está para além do simples poema:

Africafome

O amanhã era ontem
e os corpos das crianças
inertes, flácidos,
onde o riso era ricto
e a fome
brinquedo para oestômago
diziam-nos,
calados,
o amanhã era ontem.
E nem o sol de África,
aquele sol escaldante
aquecia seus corpos
frios,
negros,
na sua pele cinzenta
esticada pelos ossos
que lhe davam forma.
Seus olhos,
olhos de criança,
abertos,
excessivamente abertos
pela fome
gritavam-nos,
mudos,
acusativos.
Nós
somos o ontem de amanhã,
o presente sem futuro.
E lentamente se acabavam.
O amanhã era ontem

Aten

Ana said...

Bonito. Muito bonito.

Muito mais do que "O Teu Olhar é Verde" (da Natália de Andrade...)

Esta veio da minha alma de Gancho.

Beijinho, Maria

paula barros said...

Escrever bonito, sensível, poético, com alma é assim, até para comentar suas palavras são poesias, encantam.

beijos

Carminda Pinho said...

É bonita, e cheira bem, a tua pele.

Beijo, Maria.

Só Eu said...

"É na pele que te leio os sonhos que só o mar guardava
(Percorro em cada poro viagens inventadas nos teus olhos)

É na tua pele que, cansados, repouso os meus dedos de tantos versos
(Numa pausa de paixões e de loucuras)

É na tua pele que, sedentos, pouso os meus lábios
(Para beber pedaços dos teus rios que correm sem parar)

É na tua pele que vivo e com ela me quero cobrir…"

Deixo-te este texto (Tanto@Mar).
Beijinhos Maria

A CONCORRÊNCIA said...

A pele, a nossa pele, a pele de quem amamos, como é tão especial a pele ... parte integrante de nós !

Beijos Maria

samuel said...

E assim se fazem as searas que continuarão a alimentar o mundo...

Abreijos

alex said...

Amiga
que belissimas palavras.consigo sentir o cheiro da terra
do trigo das papoilas e da maresia
Mas o mais importante é consigo sentir o teu coração
beijo

lgb said...

Cheira bem a tua pele...! :)
Bom fim-de-semana!

Beijinho

darkinha said...

Lindo texto... é bom reviver o passado e foi bom ver te beijinhos

Maria said...

alex

A tua caixa de comentários está outra vez a impedir os meus comentários...

Maria P. said...

Sim, assim, lindo...

:)Beijinho, minha Maria*

mdsol said...

Cheiro bom, Maria!
:))

Pico minha ilha said...

A minha pele é vida.Beijinho Maria bfs

Eduardo Aleixo said...

Gostei muito da tua pele! (1)
Beijo.
EA

(1) Linguagem poética...

E bom fim de semana

Pitanga Doce said...

A pele é o termômetro da paixão. Quando ela arrepia...

boa tarde Maria

Fernando Samuel said...

A poesia aflora sempre à flor da pele...

Um beijo grande.

Agulheta said...

Maria! lindo este teu mar de sentimento que cobre a tua pel,num lindo campo de belas papoilas vermelhas.
Beijinho bfs

Lisa

escarlate.due said...

há quem diga que é tudo uma questão de pele... aqui, acho que é muito mais que isso
:)
beijooooooo

luciana said...

faz sempre bem passar por ca.lava a alma....
bj

Borboleta said...

Amei seus poemas
abraços

Desenham-se corpos Inquietos
sem rostos(...)
invisíveis.

Improvisam a alma
Enriquecem a valsa
mergulham despercebidas

Sombras sem fendas
gritam no deserto povoado
expectativa de vida (...)
partes de nós.

utopia das palavras said...

Sinto que a tua pele tem o cheiro de saudade...
sinto na tua pele o sentido da...Liberdade!

Beijinhos

Bom fim de semana

Sofá Amarelo said...

Hum, também devo ter a pele feita de mar com cheiro a maresia... adoro o mar, preciso dele para respirar...

Ana Martins said...

Muito bom Maria!
Mais um blogue de boa poesia... Gostei!

Beijinhos,
Ana Martins

Fátima said...

Olá Maria!!
A tua pele é um reflexo de todas as tuas vivências e nela estao marcas que jamais desaparecerao.....


Deixo-te um beijo com carinho e um desejo de um optimo fim de semana.

Maria said...

Muito obrigada a todos que passaram aqui.
Bom fim-de-semana

Beijos

Arabica said...

Pele corpo que te abriga e te leva, noite fora.


Belas imagens transpiram das palavras.

Cris Caetano said...

Amor é pele, é ela que arrepia quando ele existe.

Beijinhos